Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8

A Arquitetura no Novo Milênio (Cód: 2003690)

Benevolo,Leonardo

Estação Liberdade

Este produto está temporariamente indisponível no site, mas não se preocupe, você pode reservá-lo para retirada em uma loja física!

Reserve seu produto na loja para retirada em até 1 hora.
Ops! Este produto está temporariamente indisponível. Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.
Ops! Este produto está temporariamente indisponível. Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 114,00

Por: R$ 102,60

em até 3x de R$ 34,20 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 97,47 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 3x sem juros de


A Arquitetura no Novo Milênio

R$102,60

Descrição

A Arquitetura no novo milênio traz um panorama do universo arquitetônico que nos cerca. Não um panorama exaustivo qualquer, mas uma visão ampla, selecionada e estruturada por Leonardo Benevolo, um dos mais renomados historiadores da arquitetura. Ao longo de quase quinhentas páginas e cerca de novecentas imagens, o autor, que é também arquiteto e urbanista, deixa de lado a 'proteção' do distanciamento histórico para encarar o desafio de descrever, ilustrar e analisar criticamente aqueles que são, a seu ver, os protagonistas e as obras mais significativos da arquitetura nos últimos trinta anos.
Nesta, que é sua obra mais recente, Benevolo exclui propositalmente do título os termos 'história' e 'moderna' - que figuram em sua já clássica História da arquitetura moderna -, como ele mesmo destaca na 'Introdução'. O crítico italiano acredita que no centro da produção contemporânea estão a preocupação com a atualidade e a busca da inovação adaptada a lugares específicos, o que a distingue, portanto, do que acontecia na criação moderna e a aproxima dos ensinamentos dos mestres da década de 1920.
Os dois primeiros capítulos são dedicados ao desenvolvimento urbano e aos modelos de urbanização. Desde logo vê-se que arquitetura e urbanização são pensadas em conjunto, indissociáveis. No terceiro capítulo, o autor se concentra nas figuras de Gino Valle, Vittorio Gregotti, Giancarlo De Carlo, Rafael Moneo e Álvaro Siza, que ele chama de herdeiros da moderna tradição européia e, portanto, de Le Corbusier, Gropius e Mies van der Rohe.
No quarto capítulo, ele apresenta os arquitetos 'inovadores', nascidos entre as décadas de 1930 e 1940: Norman Foster, Richard Rogers, Renzo Piano e Jean Nouvel. A esses dois grupos, formados por mestres que ainda não foram nem sequer igualados, ele acrescenta nomes como o de Frank O. Gehry, Bernhard Tschumi, Daniel Libeskind, Zaha Hadid, Jacques Herzog e Pierre De Meuron - os 'impacientes' do quinto capítulo, cuja veia criativa, uma vez atingido o rápido sucesso, corre o risco de tornar-se maneirismo -, e de Herman Hertzberger, Rem Koolhaas e seu grupo, o OMA, os membros do Mecanoo e do Foreign Office, Philippe Chaix e Jean-Paul Morel - 'aprendizes pacientes' que poderão tornar-se os verdadeiros protagonistas do futuro.
A estruturar o sexto capítulo não são os arquitetos, mas o cenário europeu, dividido em três blocos (Alemanha, Itália e as grandes cidades, Paris e Londres), das principais intervenções arquitetônicas, urbanísticas e de planejamento territorial do nosso tempo. No capítulo seguinte, tem início o deslocamento do eixo geográfico, mas a herança do Velho Continente ainda norteia o pensamento crítico: Estados Unidos, Canadá e Austrália são 'As pátrias européias fora da Europa'.
No oitavo capítulo, temos o Japão profundamente inovador de Fumihiko Maki, Arata Isozaki, Tadao Ando, Toyo Ito e Shuhei Endo; no nono, os países em desenvolvimento e a busca de luz própria, com América Latina, China e Índia.
No capítulo final, há uma lista de dezenove intervenções realizadas nos primeiros quatro anos do século XXI em diversos lugares do mundo. Um olhar sobre experiências nascentes e seus jovens autores, exemplos de uma arquitetura que, à diferença do que foi apresentado anteriormente, ainda não está estabilizada. Benevolo acelera, então, sua panorâmica, buscando, a um só tempo, oferecer ao leitor uma orientação sobre o presente e entrever um futuro próximo, certamente mais globalizado, no qual o primado europeu se extinguirá, e que ele vislumbra com otimismo.
Leonardo Benevolo considera A arquitetura no novo milênio sua contribuição pessoal ao debate sobre os dias de hoje, e convoca o leitor a participar ativamente dessa reflexão. Desse modo, ensina que o olhar crítico sobre as intervenções arquitetônicas é um verdadeiro exercício de cidadania.

Características

Peso 0.95 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora Estação Liberdade
I.S.B.N. 9788574481319
Altura 24.00 cm
Largura 17.00 cm
Profundidade 2.50 cm
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788574481319
Número da edição 1
País de Origem Brasil
AutorBenevolo,Leonardo