Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8

A Dissonância No Absoluto - Linguagem e Conceito Em Hegel (Cód: 4896056)

Cossetin,Vânia L. Fischer

Unijuí

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 50,00

em até 1x de R$ 50,00 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 47,50 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


A Dissonância No Absoluto - Linguagem e Conceito Em Hegel

R$50,00

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

O presente livro objetiva revelar o incontornável dilema hegeliano decorrente de sua recusa a todo Absoluto intuído ou posto irrefletidamente, consequência de seu empenho na elaboração de um sistema filosófico inteligível e discursivo do princípio ao fim. Ou seja, a necessidade inerente ao Absoluto tanto de se exteriorizar e, assim, produzir o contingente, quanto de alcançar a sua plena identidade consigo mesmo liberando-se dele tem na Linguagem o seu elemento mediador. O problema é que a pressuposição linguística categorial e a Linguagem finita por meio da qual o sistema se expõe precisam ser superadas se considerada a incondicionalidade do pensamento puro a ser provado na Ciência da Lógica. Eis a dualidade aparentemente insuperável entre pensamento e Linguagem - como é possível um pensamento ao mesmo tempo Absoluto e exprimível se o pensamento só pode alcançar absolutidade liberando-se dessa Linguagem finita, marcada por traços inelimináveis de contingência? Vê-se, então, um Hegel dividido - de um lado, assumindo uma Linguagem finita como necessária ao pleno desenvolvimento e exposição do sistema do pensamento puro e, de outro, exigindo apriorismo do pensamento puro, logo tendo de abandonar esta suposta condicionalidade linguística.

Características

Peso 0.38 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora Unijuí
I.S.B.N. 9788574299952
Altura 21.00 cm
Largura 15.00 cm
Profundidade 1.50 cm
Número de Páginas 280
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788574299952
Número da edição 1
Ano da edição 2012
AutorCossetin,Vânia L. Fischer