Frete Grátis
  • Google Plus
Livro Digital

A Evolução Do Conceito De Subordinação Nas Relações Trabalhistas (Cód: 5850398)

Liana Holanda De Melo

Clube de Autores (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 5,53
Cartão Saraiva R$ 5,25 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

A investigação acerca da subordinação é de suma importância para o Direito do Trabalho. Esse tema controverso tem causado uma série de modificações no pensamento da jurisprudência e doutrina, principalmente em face da evolução das relações sociais contemporâneas de trabalho. O objetivo deste trabalho é estudar a evolução do conceito de subordinação durante a história até o presente momento, as mudanças que esse fenômeno trouxe para as relações de trabalho em todos os seus aspectos e suas repercussões para o Direito. Nas pretéritas relações de trabalho, a subordinação surge primeiramente com a ideia de um sistema hierarquizado, em que existia aquele que mandava enquanto outro obedecia. O sistema Fordista e Taylorista, abordados no segundo capítulo, utilizaram essa forma de subordinação e, com isso, solidificaram o conceito do trabalhador que realiza tarefas segmentadas na produção industrial, de forma que o resultado final é atingido com mais eficiência. A hierarquia de autoridade fortaleceu o sistema capitalista, pois o trabalhador passa a exercitar a função de uma máquina, repetindo sempre a mesma tarefa, sem nenhum esforço intelectual. A partir de 1970, esse sistema começa a entrar em declínio e nasce uma nova forma de pensar o sistema de produção, levando em consideração a coordenação dos operários. O método japonês Ohnista entende que o operário deveria ser multifuncional, motivado a trabalhar em equipe, a colaborar com o sistema de produção conhecendo todo o seu percurso, e não só uma parte dele, como no sistema Taylorista. Será abordada a evolução histórica do conceito de subordinação, esta não se deu de maneira uniforme. De modo que, no Brasil, a subordinação já foi compreendida em vários aspectos, tais como a subordinação técnica, econômica, social e a, atualmente utilizada, subordinação jurídica. Esta espécie de subordinação, hodiernamente mais aceita pelos doutrinadores, compreende que o trabalhador está subordinado não a seu empregador, como na subordinação clássica, mas ao seu contrato de trabalho, pois o consentiu por sua livre iniciativa e aceitou seus termos. Com a evolução das formas de trabalho, surgiram novas figuras, que vieram a ser reguladas posteriormente, fugindo ao conceito clássico de empregado, mas que também não são casos de trabalhador autônomo.

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca Clube de Autores (Edição Digital)
Cód. Barras 9788591617708
Início da Venda 24/10/2013
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Pdf
Proteção Drm Sim
Idioma Português
VOLUME 1
Peso 0.00 Kg
AutorLiana Holanda De Melo

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: A Evolução Do Conceito De Subordinação Nas Relações Trabalhistas

A Evolução Do Conceito De Subordinação Nas Relações Trabalhistas (Cód: 5850398) A Evolução Do Conceito De Subordinação Nas Rel... (Cód: 5850398)
R$ 5,53
A Evolução Do Conceito De Subordinação Nas Relações Trabalhistas (Cód: 5850398) A Evolução Do Conceito De Subordinação Nas Rel... (Cód: 5850398)
R$ 5,53