Frete Grátis
  • Google Plus

A Idade Média no Cinema (Cód: 2646845)

Macedo, Jose Rivair; Mongelli,Lenia Marcia

Atelie

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 39,50
Cartão Saraiva R$ 37,53 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva
Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 18:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

Formas de envio Custo Entrega estimada
X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

A Idade Média sempre rendeu bons temas para o cinema - tanto o de arte como o mais comercial. Cavaleiros, mitos, costumes, roupas, batalhas, espadas, escudos, enfim, uma série de elementos aparecem na tela e criam, na olhar do espectador, uma sensação de realidade. Mas terá sido mesmo assim a Idade Média? Por que será que o cinema encontrou nesse longo período histórico um motivo para os seus roteiros? Em A Idade Média no Cinema, recém-lançado pela Ateliê Editorial, com organização dos medievalistas José Rivair Macedo e Lênia Márcia Mongelli, os grandes filmes sobre o Medievo são analisados por especialistas, em seis ensaios.
O livro, idealizado a partir de curso de extensão universitária sobre o tema, ministrado inicialmente na USP em 2001, torna-se, de saída, uma referência para os estudos em cinema e história. O evento, que deu origem à obra, passou por várias instituições de ensino e pesquisa até 2004, atraindo público grande e interessado. Todos os estudos apresentados foram feitos por 'profissionais do Medievo', como diz Lênia Márcia Mongelli, professora do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da USP. Como ela mesma diz na apresentação do livro, 'quaisquer que sejam os enfoques metodológicos e analíticos adotados nos seis ensaios abordando seis diferentes filmes, textos compostos segundo o gosto e as convicções pessoais de cada autor, o tema das relações entre História e ficção é uma constante'.
Essa preocupação permeia todos os ensaios. Em 'Cinema e Idade Média: Perspectivas de Abordagem', José Rivair Macedo, professor de História da UFRGS, faz uma introdução ao tema, destacando a tradição cinematográfica de retomar os temas do Medievo como motivo para os filmes. Como ele deixa claro, quando se analisa um filme histórico, 'o que está em pauta é a necessária articulação analítica entre este conjunto de elementos intrínsecos à própria expressão cinematográfica e o contexto histórico e social que o produziu'.
Macedo comenta várias obras e autores, buscando a relação entre história e representação, tanto no cinema comercial, como no de autor. Para sua bela apresentação do assunto, ele parte de três categorias de filmes propostas pelo estudioso François de la Bretecque: 'Os 'filmes de historiadores', em que a ficção pretende ilustrar um ponto de vista a respeito do passado com base num saber erudito; os 'filmes de personagens históricos', em que a época é enfocada a partir do protagonista do enredo; os 'filmes de aventura', em que a ação transcorre num passado distante e o contexto desempenha papel secundário'. Ele comenta importantes obras de Eisenstein, Bergman, Tarkovski e Pasolini, até desembocar no cinema de aventura hollywoodiano com sua paixão pelo ciclo arturiano, sempre rendendo alguma bilheteria polpuda e muito corre-corre em cena.
Já Yara Frateschi Vieira, professora de Literatura Portuguesa na Unicamp, analisa A Paixão de Joana d'Arc, de Carl Dreyer, que teve grande preocupação com a verdade histórica; Lênia Márcia Mongelli aborda O Sétimo Selo, um dos clássicos de Ingmar Bergman, considerado pelo diretor como 'um poema moderno, apresentado com material medieval muito livremente manipulado'; já O Incrível Exército de Brancaleone, de Mario Monicelli, mestre da 'Comédia à Italiana', é interpretado por Giulia Crippa, professor de Ciência da Informação, na USP, a partir do contexto italiano em que o filme foi produzido, ou seja, no pós-guerra; Cybele Crossetti de Almeida, professora de História da UFRGS, mostra como o cinema se apropriou de práticas medievais da guerra num filme como Henrique V, de Kenneth Branagh, adaptado da obra homônima de Shakespeare; o 'imaginário viking' contemporâneo, que entra tanto no cinema, como nas histórias em quadrinhos, é o tema de José Rivair Macedo, no ensaio 'Rindo da Mitologia Nórdica: O Sentido da Violência em As Aventuras de Erik, o Viking'; o último ensaio do livro, de Eduardo Henrik Aubert, doutorando em História Social na USP, trata do filme norueguês Kristin Lavransdatter, dirigido por Liv Ullmann.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Atelie
Cód. Barras 9788574804217
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788574804217
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2009
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 272
Peso 0.36 Kg
Largura 14.00 cm
AutorMacedo, Jose Rivair; Mongelli,Lenia Marcia

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: A Idade Média no Cinema

A Idade Média no Cinema (Cód: 2646845) A Idade Média no Cinema (Cód: 2646845)
R$ 39,50
A Idade Média no Cinema (Cód: 2646845) A Idade Média no Cinema (Cód: 2646845)
R$ 39,50