Frete Grátis
  • Google Plus

A Inserção Das Economias Emergentes e A Distribuição de Poder No Cenário Político Internacional (Cód: 7510884)

Mauro Salvo

Paco Editorial

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 49,90 R$ 44,90 (-10%)
Cartão Saraiva R$ 42,66 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 22,45 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

A ideia central do livro é analisar a economia como meio de alcançar maior poder na política internacional, constituindo, ou não, uma política pública deliberada. O texto convida o leitor a refletir sobre a insuficiência dos indicadores econômicos e sociais tradicionais que, embora úteis, não são capazes de explicar completamente o jogo de poder nas relações internacionais contemporâneas. O autor utiliza diversas teorias e abordagens para esclarecer o comportamento dos agentes da política externa e as consequências de seus atos. Desta forma, a obra pode ser identificada como interdisciplinar, tendo como destaques a economia política internacional, as finanças internacionais e a teoria das relações internacionais.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Paco Editorial
Cód. Barras 9788581486017
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788581486017
Profundidade 0.12 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2014
Idioma Português
Número de Páginas 244
Peso 0.27 Kg
Largura 14.00 cm
AutorMauro Salvo

Avaliações

Avaliação geral: 5

Você está revisando: A Inserção Das Economias Emergentes e A Distribuição de Poder No Cenário Político Internacional

Mauro recomendou este produto.
04/06/2014

Informação complementar

Meu interesse pelas Relações Internacionais levou a me aprofundar na leitura sobre o tema no início da década de 90. Como economista, logo percebi que as duas disciplinas abordavam os mesmos temas de forma paralela. Assim, ocorreu-me de fazer com que as paralelas se cruzassem.
O contexto internacional do início do século XXI estava favorável e então resolvi analisar a Economia como um meio de alcançar maior poder na política internacional. O desafio estava em convencer os teóricos tanto da Economia como das Relações Internacionais de que o diálogo entre ambas disciplinas poderia ser bastante produtivo. Ao final da leitura o leitor poderá tirar suas próprias conclusões.
Esse comentário foi útil para você? Sim (0) / Não (0)