Frete Grátis
  • Google Plus

A Legalização da Classe Operária (Cód: 9274247)

Edelman ,Bernard

Boitempo Editorial

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 49,00 R$ 33,80 (-31%)
Cartão Saraiva R$ 32,11 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

A obra trata dos reflexos, na situação da classe trabalhadora, de leis que supostamente teriam como finalidade a proteção dos trabalhadores. No plano da organização coletiva do trabalho, em especial na situação de sindicatos e de suas representações e das manifestações coletivas do trabalho, com destaque para os movimentos grevistas, ficam claros os efeitos nefastos da legalização da classe operária. Na luta de classes, considerando-se a instância jurídica, a greve, por exemplo, seria instrumento dos trabalhadores, e o direito de greve, um instrumento de dominação da burguesia. A ideologia jurídica, portanto, aparece como elemento indispensável à ideologia burguesa, o que sequer poderia ser abandonado com uma legislação “de proteção” dos trabalhadores ou interpretações “humanistas” dos direitos dos trabalhadores. Utilizando-se do materialismo histórico-dialético, a obra vai desconstruindo vários mitos relacionados à suposta proteção dos trabalhadores promovida no plano jurídico.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Boitempo Editorial
Cód. Barras 9788575594827
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 9788575594827
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Tradutor Marcus Orione
Número da edição 1
Ano da edição 2015
Idioma Português
Número de Páginas 192
Peso 0.25 Kg
Largura 16.00 cm
AutorEdelman ,Bernard

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: A Legalização da Classe Operária