Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Frete Grátis
  • Google Plus

A Longa Marcha dos Grilos Canibais - E Outras Crônicas Sobre a Vida no Planeta Terra (Cód: 2872652)

Reinach, Fernando

Companhia Das Letras

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 57,90 R$ 46,30 (-20%)
Cartão Saraiva R$ 43,99 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 23,15 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


A Longa Marcha dos Grilos Canibais - E Outras Crônicas Sobre a Vida no Planeta Terra

R$46,30

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Quando a fome e o medo põem em marcha os grilos Anabrus, esses insetos formam densas colunas de até dez quilômetros que avançam dois quilômetros por dia e são palco de cruéis cenas de canibalismo. Para não serem devorados, os grilos migratórios constantemente dão coices em quem vem atrás e avançam incansáveis. A crônica que dá nome ao livro de Fernando Reinach é uma entre dezenas de textos publicados originalmente no jornal O Estado de S. Paulo entre 2004 e 2009 numa coluna que a cada semana aproxima mais leitores dos temas científicos.
As crônicas bem-humoradas não deixam dúvida: ciência é para todos. Reinach conta descobertas e enigmas nas mais diversas áreas da ciência, como dilemas ambientais, a diversidade das florestas, os mistérios do sexo, a complexidade da mente, a pré-história da arte, os avanços tecnológicos que transformam o corpo humano e a política que envolve a pesquisa, entre outros temas. A longa marcha dos grilos canibais não traz respostas prontas. Os textos curtos capturam o leitor, atiçam a curiosidade, divertem e intrigam. Refletem sobre o que é o ser humano, desde genes e células até próteses robóticas, desde a pré-história até um futuro próximo. Discutem também qual é o lugar e o papel desse ser humano que domesticou centenas de espécies de plantas e animais para uso próprio e causou danos profundos no planeta que habita - desmatamento, zonas mortas nos oceanos, mudanças drásticas no clima -, danos que agora tenta consertar de forma muitas vezes desastrada. E põem em dúvida certezas que hoje permeiam a sociedade, como a capacidade humana de agir por livre-arbítrio (será?) e a sustentabilidade dos alimentos orgânicos (que não são necessariamente mais saudáveis).
Longe de se limitar ao bicho humano, o livro passeia pelas mais diversas manifestações de vida e faz uma síntese bastante abrangente e esclarecedora da situação da pesquisa científica nos dias de hoje.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Companhia Das Letras
Cód. Barras 9788535916188
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788535916188
Profundidade 1.00 cm
Ano da edição 2010
Idioma Português
País de Origem Brasil
Peso 0.44 Kg
Largura 14.00 cm
AutorReinach, Fernando

Leia um trecho

1. Extermínio em curso no Pacífico Quando os helicópteros surgem voando baixo, os cabritos montanheses param de pastar, viram a cabeça em direção ao ruído e começam a correr. Com o corpo fora dos helicópteros, óculos escuros e rifles automáticos, fica fácil. Os cabritos rolam na relva. Os filhotes são poupados, não por compaixão, mas por serem alvos difíceis. Os sobreviventes se escondem nas montanhas. Chegam os Land Rovers com os Judas, cabritos castrados portadores de radioemissores, e as super-Judas, fêmeas castradas injetadas com hormônios, capazes de atrair filhotes famintos. Soltos, eles correm e se juntam aos sobreviventes. No dia seguinte, os helicópteros guiados por sinais de rádio vão localizar e exterminar o resto do bando. Milionários excêntricos caçando na África? Não, ecólogos financiados pela onu, 21 milhões de dólares, tentando preservar a biodiversidade da ilha de Isabela, nas Galápagos, um dos mais importantes santuários ecológicos do planeta. O objetivo é exterminar 150 mil cabritos que infestam os 458 mil hectares da ilha. O último foi morto em março de 2006. Na ausência de predadores, os cabritos levados para lá no século xix pastaram até deixar a terra desnuda. Na ilha de Laysan, no Havaí, coelhos provocaram a extinção de 26 espécies de plantas em vinte anos. No arquipélago de Kerguelen, uma gata solta em 1950 e seus três filhotes geraram 3500 descendentes que devoraram milhões de aves. Programas de extermínio, apesar de pouco divulgados, existem há décadas e, no ambiente restrito das ilhas, têm sido um sucesso. Ratos foram extintos em 234 ilhas; gatos, em 48; cabritos, em 120; coelhos, em cinquenta; porcos, em cem; e raposas, em 39. O sucesso é bem menor quando o objetivo é exterminar plantas ou insetos. Nos continentes, é tarefa impossível. Nem tudo são flores. Quando os ecólogos bombardearam a ilha de Anacapa com toneladas de veneno contra ratos, defensores dos direitos dos animais invadiram a ilha e espalharam iscas contendo o antídoto. Na ilha de Santa Cruz, na Califórnia, o alvo são os porcos, introduzidos pelos colonizadores, que eliminam as raposas nativas. Ao longo dos anos, os filhotes de porcos atraíram as águias da Califórnia. Com a gradual redução do número de porcos, as águias passaram a atacar as raposas nativas. O que fazer agora para salvar as raposas? Matar as águias, símbolo dos Estados Unidos? Nos céus de Santa Cruz pequenos aviões voam com faixas “Save the pigs”. Na Califórnia qualquer causa encontra defensores. É a prepotência do bicho-homem, que descobriu a ética, a ecologia e sofre da culpa de estar alterando os ambientes em que vive. Nossas tentativas de manipular ecossistemas complexos são provavelmente inúteis. Assim como os furacões, o instinto de reprodução e a competição entre espécies são forças poderosas demais para ser controladas. Se desejamos restringir nosso impacto no planeta, o melhor é controlar o número de humanos e suas atividades predatórias. O erro é acreditar que nossa capacidade de destruir ecossistemas nos habilita a controlar a interação entre os seres vivos e o meio ambiente. Mais informações em: “Winning the war against island invaders”. Science, vol. 310, p. 1410, 2005.

Avaliações

Avaliação geral: 5

Você está revisando: A Longa Marcha dos Grilos Canibais - E Outras Crônicas Sobre a Vida no Planeta Terra

Alex C. recomendou este produto.
25/04/2017

Bom livro de crônicas científicas

O Biólogo Fernando Reinach conta muitas histórias retiradas em uma grande parte da revista científicas britânica Nature e da revista americana Sciense. As crônicas são contadas com leveza, abordando sobre vários assuntos da Biologia, sendo até de fácil comprreensão ao público mais leigo, realmente muito bom o livro, recomendadíssimo para os amantes das ciências naturais.
Esse comentário foi útil para você? Sim (0) / Não (0)