Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Frete Grátis
  • Google Plus

A Morte de Napoleão (Cód: 334342)

Leys,Simon

Companhia Das Letras

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 36,50
Cartão Saraiva R$ 34,68 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


A Morte de Napoleão

R$36,50

Descrição

Romance bem-humorado sobre a identidade e o destino dos heróis, próximo dos contos filosóficos do século XVIII, A morte de Napoleão vira pelo avesso o mito napoleônico e nos revela como seria a personagem mais popular da história européia sem sua máscara histriônica.
´O imperador morreu!´, anunciaram num dia de 1821 bonapartistas de toda a Europa, desconsolados com a morte de Napoleão, que, derrotado em Waterloo pelos ingleses, vivia exilado na ilha de Santa Helena. Mas eles se enganavam. O verdadeiro Napoleão estava vivo. Aliás, também ouviu a trágica notícia de sua morte, e foi aí que tudo mudou. Alguns anos antes, graças a um complô de antigos fiéis que tramavam reconduzi-lo ao trono, Napoleão deixara em Santa Helena um sósia e embarcara para a Europa como marinheiro de um barco de pescar focas.
Em Paris, seus dotes de genial estrategista só servem mesmo para vender melões e melancias. E, do famoso Exército imperial, resta agora uma esquálida tropa de quitandeiros ambulantes. O que fazer? Quem irá reconhecê-lo, agora que mais ninguém o espera? Se insistir em dizer que é o autêntico Napoleão, corre o risco de acabar num daqueles hospícios que visitou, onde circulavam dezenas de napoleões mais convincentes do que o verdadeiro. O jeito é viver como um daqueles pequenos burgueses à sua volta e, quem sabe, se apaixonar por alguma mulher do povo. Destruir impérios, fazer e desfazer alianças, comandar exércitos gigantescos era fácil. Difícil é resolver esse problema de identidade.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Companhia Das Letras
Cód. Barras 9788571643451
Altura 15.00 cm
I.S.B.N. 8571643458
Profundidade 0.00 cm
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 152
Peso 0.42 Kg
Largura 11.00 cm
AutorLeys,Simon

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: A Morte de Napoleão