Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Frete Grátis
  • Google Plus

A Progressão de Regime no Sistema Prisional do Brasil - Coleção Pensamento Crítico (Cód: 1574757)

Graziano Sobrinho,Sergio Francisco Carlos

Lumen Juris

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 67,00 em até 2x de R$ 33,50 sem juros
Cartão Saraiva R$ 63,65 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 22,33 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 2x sem juros de R$ 0,00


A Progressão de Regime no Sistema Prisional do Brasil - Coleção Pensamento Crítico

R$67,00

Descrição

'É assim que, operando com a metodologia criminológica crítica, que ensina a olhar o sistema penal a partir da contradição estrutural entre funções declaradas (mas não cumpridas) e funções realmente cumpridas. Graziano projeta dela também aqui o compromisso humanista: o foco é o sujeito e a dignidade humana. Neste sentido, são dois os grandes argumentos sustentados e os vetores da critica às decisões legislativa e judicial, que agudizam o processo da seletividade estigmatizante: o da inconstitucionalidade da Lei dos Crimes Hediondos e o da contradição intrassistêmica entre funções declaradas da pena de prisão, a reabilitação dos condenados, mediante a abertura progressiva da prisão para o mundo livre (art. 1º da Lei 7.210/84), e as funções latentes e reais da prisão, a construção seletiva e estigmatizante da criminalidade, ou, na célebre formulação de Foucault, a 'fabricação dos delinqüentes', marcada e demarcada pelos muros do cárcere e a tendência progressiva ao seu fechamento e cuja permanência e 'eterno retorno' (a propalada 'reincidência') reafirma a 'alta periculosidade' com a qual a comunidade não pode conviver; reafirma a eficácia da estigmatização. (...) vou finalizá-lo afirmando que esta obra é uma fundamentação consistente ele critica não apenas à barbárie criminalizadora hoje tornada pretérita, mas à permanente barbárie criminalizadora do presente e de prevenção às barbáries criminalizadoras eficientistas do futuro, anunciadas por mil vozes que prescrevem novas leis hediondas para os crimes hediondos, sem os 'erros' do pretérito. É preciso seguir dizendo não, com múltiplos atos e contradiscursos como este, à barbárie eficientista.'
Vera Regina Pereira de Andrade

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Lumen Juris
Cód. Barras 9788537500101
Altura 20.10 cm
I.S.B.N. 9788537500101
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2007
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 168
Peso 0.23 Kg
Largura 0.14 cm
AutorGraziano Sobrinho,Sergio Francisco Carlos

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: A Progressão de Regime no Sistema Prisional do Brasil - Coleção Pensamento Crítico