Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
  • Google Plus

A Tirania do Prazer (Cód: 430055)

Guillebaud,Jean Claude

Bertrand Brasil

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 10,90
Cartão Saraiva R$ 10,36 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


A Tirania do Prazer

R$10,90

Descrição

Há trinta anos, a Revolução Sexual atingia o seu momento de maior esplendor. Frases como ‘’ É proibido proibir', 'Faça amor, não faça a guerra' e 'Quanto mais eu faço amor, mais penso na revolução' eram as palavras de ordem daqueles tempos rebeldes em que tudo era consentido: do incesto à pedofilia, do turismo sexual ao ao estupro. Hoje, porém, passada a euforia, olhamos em volta e nos damos conta de que a algazarra sexual das últimas décadas não nos trouxe o bem-estar. Ao contrário: vigoram atualmente um desencanto com o sexo mecânico e uma aversão a 'perversões' há pouco toleradas e freqüentemente incentivadas pela mídia e pela opinião pública. Atualmente, o individualismo político, utópico e comunitário de 68 cedeu lugar a um individualismo apático e narcisista. Mas que isso, prevalece agora a urgência do resgate de uma 'ordem moral', discurso que há trintaa naos era exclusivo da direita reacionária e que hoje está na pauta dos setores mais liberais da sociedade. Estaríamos de fato condenados a optar pela permissividade total e o moralismo rígido? Haveria alguma outra alternativa? Tentando encarar de frente esta questão, o jornalista, ensaísta e escritor, Jean-Claude Guillebaud nos apresenta esta Tirania do Prazer, um livro no qual pretende 'colocar claramente e sem subterfúgios, a questão da moral sexual – ou seja, do lugar do proibido – em uma sociedaade moderna'. Conjugando história, psicanálise, antropologia, teologia, filosofia política, demografia, criminologia, entre outras disciplinas, o autor traça um quadro amplo da sexualidade humana, 'buscando esclarecer as milhares de mentiras e falhas que são quase sempre divulgadas quando se trata de sexo'.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Bertrand Brasil
Cód. Barras 9788528606928
Altura 0.00 cm
I.S.B.N. 8528606929
Profundidade 0.00 cm
Acabamento Brochura
CONSUMÍVEL Não
Número da edição 1
Idioma Português
ANO 1999
MÊS JUNHO
País de Origem Brasil
Número de Páginas 354
Ano da Publicação 1998
Peso 0.64 Kg
Largura 0.00 cm
AutorGuillebaud,Jean Claude

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: A Tirania do Prazer