Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8

Alvo Noturno (Cód: 3653423)

Piglia, Ricardo

Companhia Das Letras

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 47,90

Por: R$ 28,90

em até 1x de R$ 28,90 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 27,46 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Alvo Noturno

R$28,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Um dos maiores escritores contemporâneos, o argentino Ricardo Piglia volta à ficção treze anos depois de Dinheiro queimado com este romance noir ambientado no pampa argentino. O jornalista Emilio Renzi, já conhecido de outros livros de Piglia, investiga o assassinato do misterioso Tony Durán. A investigação policial é o ponto de partida para um retrato das contradições da vida rural argentina dos anos 1970. Autor de romances marcantes como Respiração artificial, de 1980, e Dinheiro queimado, de 1997, Ricardo Piglia lança agora Alvo noturno. Recebido com entusiasmo pela crítica, poucos meses depois de publicado o novo romance recebeu o importante prêmio literário venezuelano Rómulo Gallegos. Piglia passou a última década dando pistas do texto ficcional em que estava trabalhando — principalmente pistas falsas. Supostamente, a obra estaria sendo escrita a partir do diário que o escritor mantém desde 1957. Contaria a história do personagem Emilio Renzi no ano de 1982, tendo como pano de fundo a Guerra das Malvinas. Porém, as mudanças foram significativas. Alvo noturno não é nada disso: com exceção de Emilio Renzi, ainda presente na trama, nada persiste do que havia sido anunciado. Trata-se, por assim dizer, de um romance policial-social. A ação, que se passa num povoado do pampa argentino nos anos da ditadura militar — de que ficou a herança traumática com que o país se debate até hoje —, ilumina com a agudeza característica de Piglia a organização corrompida da sociedade rural, caracterizada pela autoridade inconteste dos que mandam, pela impunidade de seus crimes e pela perversidade das relações pessoais. A trama gira ao redor de Tony Durán, porto-riquenho de Nova Jersey. A razão da ida daquele moreno elegante, sedutor, de passado duvidoso, para o lugarejo argentino é obscura: dizem que mantinha um caso amoroso com as gêmeas Belladona, as belas Ada e Sofía, filhas do mandachuva local. Outras hipóteses falam em especulação, lavagem de dinheiro, e até um rumoroso caso homossexual. Assunto predileto do povoado, um dia Tony aparece morto em seu quarto de hotel. A investigação desnudará pouco a pouco uma sociedade paralisada pela lógica da violência e do poder. Enviado por seu jornal, Emilio Renzi chega de Buenos Aires para escrever a matéria — que o jornalista pretende transformar num amplo painel social. Para isso, ao lado do comissário Croce, investiga as arqueologias familiares e desconstrói os papéis dos protagonistas: ora seres destruidores, ora indivíduos inermes diante do poderio do sistema validado pelo Estado: uma sociedade em que é impossível sonhar, como evidencia o destino de Luca Belladona, que pagará sua resistência e sua utopia com a solidão extrema.

Características

Peso 0.32 Kg
Produto sob encomenda Sim
Editora Companhia Das Letras
I.S.B.N. 9788535919172
Altura 21.00 cm
Largura 14.00 cm
Profundidade 1.50 cm
Número de Páginas 256
Idioma Português
Acabamento Brochura
Tradutor Jahn, Heloisa
Cód. Barras 9788535919172
Número da edição 1
Ano da edição 2011
AutorPiglia, Ricardo