Frete Grátis
  • Google Plus

Análise da Constituição de Anderson (Cód: 4859144)

Castellani, Jose

Catavento

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 9,10
Cartão Saraiva R$ 8,65 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

A palavra inglesa 'landmark', literalmente, significa marco de limite, marco miliário; figuradamente, significa ponto de referência. No idioma vernáculo, podem ser usados os termos limite, ou lindeiro. Limite, do latim: lime, designa a linha de demarcação existente entre terrenos ou territórios contíguos; o marco, a baliza, a raia, ou fronteira natural, que separa um país de outro; o ponto máximo, que não se deve, ou não se pode ultrapassar.
Lindeiro, com a mesma origem etimológica, designa o que é relativo a linde, ou seja, limite, raia, marco, baliza. Também se usa a forma landmarque. O vocábulo 'landmark' surge, pela primeira vez, na compilação dos Regulamentos Gerais de 1721, incluídos na Constituição de Anderson, onde o 39º e último dos regulamentos diz: 'Cada Grande Loja anual tem o inerente poder e autoridade para modificar este Regulamento, ou redigir um novo, em benefício da Fraternidade, contanto que sejam mantidos invariáveis os antigos landmarks. '. A Assembléia Geral de 25 de novembro de 1723, da Premier Grand Lodge, todavia, resolvia substituir o termo 'landmark' por 'rule', que significa regra e que já iria constar
nas edições seguintes do Livro das Constituições. Desta maneira, pode-se concluir que a Regras, ou Landmarks, não eram aquelas expressas nos Regulamentos Gerais, mas, sim, normas não escritas. Considerando, então, que existiam esses limites, que regulam a atividade e o comportamento ético dos obreiros, consuetudinários, ou já expressos na Constituição de Anderson, surgiram, a partir da metade do século XIX, diversas classificações de landmarques, com maior ou menor número deles.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Catavento
Cód. Barras 9788599996683
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788599996683
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Peso 0.44 Kg
Largura 14.00 cm
AutorCastellani, Jose

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Análise da Constituição de Anderson