Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Análise Estrutural Das Redes Sociais - Epistemologia e Sociedade - 2ªed. (Cód: 7605067)

Lemieux Vincent; Ouimet,Mathieu

Instituto Piaget

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 55,00

Por: R$ 54,90

em até 1x de R$ 54,90 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 52,16 (-5%)

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Origem

R$ 49,90

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Análise Estrutural Das Redes Sociais - Epistemologia e Sociedade - 2ªed.

R$54,90

Descrição

O conceito de rede social cedo surgiu na Sociologia e na Antropologia Social. No entanto, nas décadas de 30 e 40 do Século XX, o termo era sobretudo utilizado metaforicamente: os autores não identificavam características morfológicas nem estabeleciam relações entre as redes e o comportamento dos indivíduos que as formavam. Na segunda metade do século passado, o conceito de rede social tomou-se central na sociologia, levando a crer na existência de um novo paradigma das ciências sociais. Actualmente, a análise estrutural das redes sociais tomou-se numa abordagem interdisciplinar que assenta no postulado de que os actores sociais se caracterizam mais pelas suas relações do que pelos seus atributos (género, idade, classe social). Estas relações têm uma densidade variável, a distância que separa dois actores é maior ou menor e alguns actores podem ocupar posições mais centrais que outros. Algumas teorias permitem explicar estes fenómenos, entre as quais a dos fortes e fracos laços e a dos buracos estruturais onde se encontram os actores que não podem comunicar entre si a não ser por um terceiro. Após explicar as técnicas de tratamento e de recolha de dados necessárias à análise estrutural, os autores apresentam estudos de caso que são analisados com a ajuda de teorias, técnicas e conceitos explicados ao longo da obra. Os estudos de casos assentam nas relações de parentesco, nas redes sociométricas, no capital social, nas redes de apoio, de mobilização, nas interconecções entre empresas e redes de política pública. Para complemento, a obra apresenta um glossário onde se encontram as definições dos principais conceitos utilizados na análise estrutural.

Características

Peso 0.21 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora Instituto Piaget
I.S.B.N. 9789896591052
Altura 23.50 cm
Largura 16.00 cm
Profundidade 1.00 cm
Número de Páginas 128
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9789896591052
Número da edição 2
Ano da edição 2012
País de Origem Portugal
AutorLemieux Vincent; Ouimet,Mathieu