Frete Grátis
  • Google Plus

Antiterapias - 2ª Ed. 2014 (Cód: 7310580)

Fux, Jacques

Scriptum

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 45,00
Cartão Saraiva R$ 42,75 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 22,50 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Antiterapias - 2ª Ed. 2014

R$45,00

Descrição

'Antiterapias' é, antes de tudo, um diálogo com a literatura. O personagem central mistura suas histórias de vida a referências literárias escondidas incorporadas ao falar de si, de suas memórias. Partindo do contexto judaico, da frase Borgiana 'que a história tivesse copiado a história já era suficientemente assombroso; que a história copiasse a literatura era inconcebível' e sempre acompanhado pelo livro de Philip Roth, 'Complexo de Portnoy', o texto discute a inserção de qualquer estrangeiro em uma comunidade. Com frases curtas, de não raramente apenas uma palavra, o livro desperta no leitor imagens, sensações e questionamentos, além de promover uma discussão sobre o problema do plágio literário. Testemunho, memória, masturbação, ficção, História, Cabala, Bíblia e literatura se embaralham e permeiam a biografia de um jovem judeu em busca do seu lugar face à Diáspora e aos guetos na contemporaneidade. Perseguido pelo dibouk (demônio) e em busca da mulher, o personagem narra sua vida, encontros e desencontros repletos de ironia, iconoclastia, citações e plágios literários desde a tenra infância até seus trinta e três anos. Em tom muitas vezes poético e profético e em outras vulgar e leviano, o autor descreve momentos vividos e dogmas enfrentados no colégio, nas relações familiares, sentimentais e sociais. Através de suas memórias e invenções, o personagem procura se inserir na Literatura, seja ela histórica, seja ela fantástica. Escrito em primeira pessoa, o livro pode ser lido também como uma sessão de psicanálise em que o personagem principal tenta se desvencilhar das amarras e máscaras judaicas. Critica a religiosidade como única forma de ser judeu. Num diálogo contraditório com a voz do narrador, constrói outra história dentro da história sugerindo uma perseguição a um dos mais cruéis nazistas foragidos da 2ª Guerra, Martin Bormann.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Scriptum
Cód. Barras 9788589044752
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788589044752
Profundidade 1.20 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 2
Ano da edição 2014
Idioma Português
Número de Páginas 216
Peso 0.28 Kg
Largura 14.00 cm
AutorFux, Jacques

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Antiterapias - 2ª Ed. 2014