Frete Grátis
  • Google Plus

Antônio Silvino - de Governador Dos Sertões a Governador da Detenção (Cód: 4067290)

Francisco de Oliveira Júnior ,Rômulo José

Rômulo José Francisco de Oliveira Júnior

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 30,00
Cartão Saraiva R$ 28,50 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Este livro apresenta a trajetória do cangaceiro Antonio Silvino e conta as várias versões que foram construídas pelos jornais, pelos folhetos de cordel e por fontes judiciais sobre as ações, a vida, o nome e o corpo de Silvino, desde quando esse chefiava um bando de cangaceiros em suas correrias, façanhas, venturas e desventuras por alguns estados da região Nordeste até quando foi ferido e preso passando a viver uma longa permanência de vinte e três anos num cárcere recifense, só saindo de lá indultado pelo presidente Getúlio Vargas, que pretendeu com o gesto simbolizar o fim do cangaço terminando seus dias na mais obscura miséria na cidade de Campina Grande.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Rômulo José Francisco de Oliveira Júnior
Cód. Barras 9788537309476
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788537309476
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2012
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 252
Peso 0.25 Kg
Largura 14.00 cm
AutorFrancisco de Oliveira Júnior ,Rômulo José

Avaliações

Avaliação geral: 5

Você está revisando: Antônio Silvino - de Governador Dos Sertões a Governador da Detenção

Carol recomendou este produto.
04/06/2014

Fenomenal!!!!!!!

Acabei de ler este livro e é excelente, que abordagem fantástica... Nossa, um lado da história que não conhecemos foi apresentada neste brilhante livro. Fatos só agora apresentados desse rico personagem da nossa cultura. Um homem que disse sim a defesa do povo contra as injustiças, aos políticos usurpadores e ao coronelismo no sertão de alguns estados nordestinos. Os meios não foram corretos, mas ele sempre foi fiel aos seus princípios. Só lendo!
.
Esse comentário foi útil para você? Sim (1) / Não (0)