Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8

Ao Som do Samba - Uma Leitura do Carnaval Carioca (Cód: 2646466)

Galvao,Walnice Nogueira

PERSEU ABRAMO

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 35,00

em até 1x de R$ 35,00 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 33,25 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Ao Som do Samba - Uma Leitura do Carnaval Carioca

R$35,00

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Pouco mais de um século antes de Oscar Niemeyer assinar o projeto arquitetônico e urbanístico do sambódromo, o Carnaval já era a grande festa do Rio de Janeiro. Era o grande êxtase anual, só que, imagine, ainda nem havia o samba, o que tocara era o choro, a valsa e outros ritmos. Como atesta a professora titular da USP e colunista do Estadão, Walnice Nogueira Galvão, 'de divertimento proibido pela polícia no passado, a marca de identidade nacional (...) muito chão foi palmilhado'. E toda essa trajetória do carnaval, com foco na capital carioca, Walnice reconta com maestria em Ao som do samba - Uma leitura do Carnaval carioca. No livro não faltam curiosidades, como o fato do primeiro disco de samba ter sido gravado no mesmo ano que o primeiro disco de jazz foi lançado: em 1917. De acordo com a autora, o surgimento da indústria fonográfica foi essencial para a disseminação de músicas até então marginalizadas, como o Tango de Buenos Aires, o jazz de New Orleans e o próprio samba. Com o surgimento do disco, tais estilos caíram nas graças da cultura de massa e conquistaram as classes dominantes.No caso do samba no Brasil, a voz, os anseios, os amores e, sobretudo, a crítica social dos pobres, negros e mulatos passaram a ser ouvidos pela classe média branca. A partir do momento que virou hino do carnaval carioca, o gênero teve papel fundamental na convivência saudável entre classes sociais distintas. Tanto que as escolas de samba passaram a aceitar, em seus quadros, brancos e pessoas de fora da comunidade. Os principais compositores de sambas e, inclusive, de marchinhas, também ganham destaque na publicação: Noel Rosa, Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Carmem Miranda, Lamartine Babo, entre outros. Walnice narra toda a história com detalhe, da fase mais romântica até virar uma grande indústria de mercado - com players polêmicos, como os bicheiros-, passando pela Cidade Nova, Rua do Ouvidor, rodas de samba, a oficialização dos concursos das escolas de samba em 1935, entre informações que poucos brasileiros conhecem sobre a grande festa. O livro também inclui letras dos grandes clássicos, como 'O Samba de minha Terra', composto por Dorival Caymmi em 1940, eternizada pelo trecho: 'quem não gosta de samba, bom sujeito não é. É ruim da cabeça ou doente do pé '...

Características

Peso 0.40 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora PERSEU ABRAMO
I.S.B.N. 9788576430582
Altura 24.00 cm
Largura 17.00 cm
Profundidade 1.00 cm
Número de Páginas 190
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788576430582
Número da edição 1
Ano da edição 2009
País de Origem Brasil
AutorGalvao,Walnice Nogueira