Artboard 33atençãoArtboard 18atualizarconectividadeArtboard 42boletocarrinhocartãoArtboard 45cartão SaraivacelularArtboard 42Artboard 23checkArtboard 28Artboard 17?compararcompartilharcompartilhar ativoArtboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32ebookArtboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11fecharfilmesArtboard 23gamesArtboard 4Artboard 9Artboard 6hqimportadosinformáticaArtboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44curtirArtboard 24Artboard 13livrosArtboard 24Artboard 31menumúsicaArtboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44outrospapelariaArtboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35estrelaestrela ativorelógiobuscaArtboard 50Artboard 26toda saraivaArtboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37usuárioArtboard 46Artboard 33Artboard 8seta

Ondjaki

País de origem: Angola
Nascimento: 22 de setembro de 2018
Site: www.kazukuta.com/
Gêneros Literatura
Ondjaki nasceu em 5 de julho de 1977 em Luanda, em 1977 e é um escritor angolano. Prosador e poeta, também escreve para cinema e teatro.

Estudou em Luanda onde se licenciou em sociologia, continuando os seus estudos em Lisboa. Fez o doutoramento em estudos africanos em Itália em 2010. Obteve o segundo lugar no prémio António Jacinto realizado em Angola, e publica o primeiro livro, “Actu Sanguíneu”.

Depois de estudar por seis meses em Nova Iorque na Universidade de Colúmbia, Co-realizou um documentário sobre a cidade de Luanda “Oxalá cresçam pitangas – histórias de Luanda”

Foi laureado pelo Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco em 2007, pelo seu livro “Os da Minha Rua”. Recebeu, na Etiópia, o prémio Grinzane por melhor escritor africano de 2008.

Em Outubro de 2010 ganhou, no Brasil, o Prêmio Jabuti de Literatura, na categoria Juvenil, com o romance “AvóDezanove” e o “Segredo do Soviético”. O Jabuti é um dos mais importantes prêmios literários brasileiros atribuídos em 21 categorias. Em 2013, recebeu o Prémio Literário José Saramago por seu romance “Os Transparentes”.

As suas obras foram traduzidas para diversas línguas, entre elas francês, inglês, alemão, italiano, espanhol e chinês, como por exemplo o livro "A Bicicleta que Tinha Bigodes". Atualmente, mora no Brasil, no Rio de Janeiro.
Leia mais