Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8

Tatiana Belinky

País de origem: Rússia
Nascimento: 26 de abril de 2018
Site:
Gêneros Infantil
Tatiana Belinky (1919-2013) foi uma escritora de literatura infanto-juvenil, foi roteirista e tradutora de grandes obras russas e a responsável pela primeira adaptação para a televisão de O Sítio do Pica-pau Amarelo.

Tatiana Belinky (1919-2013) nasceu em São Petersburgo, na Rússia, no dia 18 de março de 1919. Desde pequena assistia a peças infantis com os pais. Fugindo da guerra civil na então União Soviética, sua família veio para o Brasil em setembro de 1929, fixando residência em São Paulo. Estudou no colégio Presbiteriano Mackenzie. Nessa época já brincava de teatro. Com 18 anos concluiu o curso comercial, naturalizada brasileira, começou a trabalhar como secretária bilíngue e taquígrafa.

Em 1939, ingressou no curso de Filosofia da Faculdade São Bento, porém não concluiu o curso. Em 1940 casou-se com o médico e educador Júlio Gouveia. Com a morte do pai, Tatiana assumiu os negócios da família trabalhando como representante de produtos de celulose em fábricas de papel.

A partir de 1948, o casal que já havia montado o grupo “Teatro Escola de São Paulo (TESP)” foi convidado por uma sociedade beneficente presidida por amigos da família e com o apoio da Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Paulo, passa a fazer apresentações em diversos teatros da capital, parceria que durou quase três anos.

Em 1951 o grupo é convidado para se apresentar na TV Paulista. Tatiana Belinky foi a responsável pela popularização da obra de Monteiro Lobato, adaptou a “A Pílula Falante” e “O Casamento de Emília”, com grande sucesso. No ano seguinte foi convidada para a TV Tupi, onde o TESP levou ao ar o programa “Fábulas Animadas”. Fez a primeira adaptação para a televisão de “O Sítio do Pica-pau Amarelo”, com cerca de 350 episódios. Fez roteiros também para o programa “Teatro da Juventude”.

Ao deixar a televisão Tatiana Belinky passou a ser a responsável pela organização do setor infanto-juvenil da Comissão Estadual de Teatro. Durante sete anos, de 1972 a 1979, passou a escrever para colunas semanais sobre teatro e literatura infantil para vários jornais de São Paulo, entre eles, a Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo e O Jornal da Tarde.

Em 1984, publicou “Teatro da Juventude”, que reúne suas adaptações para o teatro. Em 1985 publicou suas primeiras obras autorais “A Operação Tio Onofre” e “Medroso! Medroso!”. É autora de mais de 250 títulos de literatura infanto-juvenil. Traduziu grandes autores russos, como Anton Tchekhov e Leon Tolstoi. Fez a adaptação de clássicos da literatura, entre eles, “Alice no País das Maravilhas”.

Tatiana Belinky recebeu importantes prêmios, entre eles, o Prêmio Jabuti, em 1994, com o livro "A Saga de Siegfried" e o Prêmio Fundação Nacional do Livro Infanto e Juvenil, 2003, categoria poesia, com o livro "Um Caldeirão de Poemas". Em 2009 foi eleita para a cadeira nº 25 a Academia Paulista de Letras.

De sua vasta obra destacam-se “O Caso dos Bolinhos”, “O Grande Rabanete”, “Tatu na Casca”, “Coral dos Bichos”, “Saladinha de Queixas”, “Olhos de Ver”, “Transplante de Meninas” e “O Livro das Tatianices”.

Tatiana Belinky faleceu em São Paulo, no dia 15 de junho de 2013.

[Fonte: https://www.ebiografia.com/]

Leia mais