Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Valter Hugo Mãe

País de origem: Portugal
Nascimento: 25 de novembro de 2017
Site: https://www.facebook.com/Valter-Hugo-M%C3%A3e-206081342800809/
Gêneros Romance, Poesia
Valter Hugo Mãe é o nome artístico do escritor português Valter Hugo Lemos. Nasceu na Angola, na cidade de Henrique de Carvalho (atual Saurimo), em 25 de Setembro de 1971. Passou a infância em Paços de Ferreira e em 1980 mudou-se para Vila do Conde, ambas em Portugal. Licenciou-se em Direito e fez pós-graduação em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Em 1999 foi co-fundador da Quasi Edições, que já publicou obras de Mário Soares, Caetano Veloso, Adriana Calcanhotto, Manoel de Barros, António Ramos Rosa, Artur do Cruzeiro Seixas, Ferreira Gullar, Adolfo Luxúria Canibal entre outros.

Os quatro primeiros romances de Valter Hugo Mãe são conhecidos como "a tetralogia das minúsculas", escritos integralmente sem letras capitais, para chamar a atenção para a natureza oral dos textos e recondução da literatura à liberdade primeira do pensamento.

Em 2007 atingiu o reconhecimento público com a atribuição do Prêmio Literário José Saramago para a obra "o remorso de baltazar serapião".

Além de escritor, Valter Hugo é artista plástico, com uma primeira exposição individual inaugurada em 2007, na Galeria Símbolo, no Porto; e cantor, estreando em 2008 como voz do grupo Governo, no Teatro do Campo Alegre, também no Porto. Desde o fim de 2012 apresenta um programa de entrevistas no Porto Canal.
Leia mais