Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Box Segunda Guerra (Cód: 2860027)

Editora Record

Record

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 179,90

em até 5x de R$ 35,98 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 170,91 (-5%)

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Origem

R$ 49,90

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 5x sem juros de R$ 0,00


Box Segunda Guerra

R$179,90

Descrição

No “Box Segunda Guerra” acompanha três títulos: “STALINGRADO”, Hitler cometeu dois erros de estratégia que mudaram o rumo da Segunda Grande Guerra. O primeiro foi subestimar o senso patriótico dos britânicos, ao acreditar numa Inglaterra aliada aos interesses do Terceiro Reich — o que atrasou seus ataques maciços à ilha. O segundo, muito mais grave, lhe custou a vitória: a Operação Barbarossa. Uma série de intrincadas ações militares que supostamente levaria os nazistas aos portões de Moscou e à conquista da Rússia. Em 'STALINGRADO' — que rapidamente alcançou o topo das listas de mais vendidos em todos os países em que foi publicado e recebeu o prêmio Samuel Johnson de Não-Ficção de 1998 —, o historiador Antony Beevor trata da batalha de mesmo nome, onde a máquina de guerra nazista teve sua primeira derrota diante do exército soviético, que resistiu bravamente numa cidade em ruínas. Em agosto de 1942, o exército alemão chegou a Stalingrado e levantou um cerco que duraria pouco mais de um ano. Batizada em homenagem ao ditador e então líder soviético Stalin, a cidade, às margens do rio Volga era, ao mesmo tempo, um alvo moral e estratégico.

“Berlim 1945: A Queda”, Antony Beevor seduziu leitores e arrancou elogios da crítica ao narrar a devastação provocada pela invasão alemã da União Soviética em Stalingrado. Agora, em BERLIM 1945: A QUEDA, o historiador revela como ocorreu a vingança, dois anos depois, com a tomada da capital do Terceiro Reich, que pôs fim à Segunda Guerra Mundial no continente europeu. Chegando ao topo das listas de mais vendidos na Inglaterra, BERLIM 1945: A QUEDA apresenta uma reconstituição cuidadosa das estratégias militares, da realidade dos soldados e do massacre da população civil.

“O Dia D - 6 de junho de 1944”, Baseado em relatos orais e escritos a partir de fatos verídicos, testemunhados por homens que participaram da invasão da Normandia (6 de junho de 1944), a Bertrand Brasil lança O Dia D – 6 de junho de 1944, de Stephen E. Ambrose. O livro constitui-se na mais completa coleção de memórias de que se tem notícia e foi baseado nos 1.400 relatos compilados pelo Eisenhower Center of American Studies. O desejo de Ambrose foi concluir o livro a tempo de coincidir com o 50º aniversário da invasão da Normandia. O então General Eisenhower, comandante Supremo das Forças Aliadas, ao ser entrevistado por Ambrose, declarou que a batalha do Dia D demonstrou ao mundo o triunfo da democracia sobre o nazismo e o fascismo. Com críticas extraordinariamente favoráveis do The New York Times, The Wall Street Journal, Chicago Tribune e San Francisco Chronicle, O Dia D – 6 de junho de 1944 consagrou-se como a mais importante obra sobre o assunto. Indispensável a historiadores, estudantes, jornalistas e interessados no tema, o livro será um sucesso entre o público leitor brasileiro.

Características

Peso 0.88 Kg
Produto sob encomenda Sim
Editora Record
I.S.B.N. 9999028538774
Altura 21.00 cm
Largura 14.00 cm
Profundidade 1.00 cm
Cód. Barras 9999028538774
AutorEditora Record