Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8

Cadeia de Comando (Cód: 159712)

Hersh,Seymour M.

Nova Fronteira

Este produto está temporariamente indisponível no site, mas não se preocupe, você pode reservá-lo para retirada em uma loja física!

Reserve seu produto na loja para retirada em até 1 hora.
Ops! Este produto está temporariamente indisponível. Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.
Ops! Este produto está temporariamente indisponível. Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 45,90

em até 1x de R$ 45,90 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 43,61 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Cadeia de Comando

R$45,90

Descrição

Mi Lai, Vietnã, 1969. Um jovem repórter americano denunciava ao mundo o massacre de mais de 500 civis por uma brigada do exército de seu país. A reportagem venceu o prêmio Pulitzer e ajudou a derrotar a violenta investida dos Estados Unidos em sua guerra mais insensata. Abu Ghraib, Iraque, 2004. O mundo vê pela primeira vez as chocantes imagens das torturas impostas pelo exército americano aos prisioneiros iraquianos. A denúncia, publicada pela revista New Yorker, é o golpe mais pesado sofrido pelo governo Bush em sua 'guerra contra o terror'. Estes dois capítulos decisivos da História recente foram escritos por Seymour M. Hersh, que nos 35 anos que separam as duas catastróficas guerras empreendidas pelos Estados Unidos manteve-se fiel a um dos princípios básicos do jornalismo: a vigilância constante do poder. 'Cadeia de Comando' é um livro que nasce histórico ao tentar entender a sucessão de ordens e contra-ordens que levaram a mais sólida democracia do Ocidente a incorrer em erros dos piores regimes autoritários. Em nome da guerra ao terror, revela Hersh, foi cometido todo tipo de abuso e infração das leis americanas e internacionais. Enquanto jornais e TVs dos Estados Unidos pedem desculpas públicas por omissões e distorções no noticiário da guerra do Iraque, Seymour M. Hersh conduzia de forma independente e imparcial suas investigações. Quando o mundo ainda não havia se recuperado do trauma do 11 de setembro, as primeiras reportagens de Hersh, publicadas pela revista The New Yorker, apontavam as contradições e fragilidades das versões oficiais. Empenhado em contar a verdade sobre mais esta guerra, o repórter continuou a seguir as pistas que levaram aos chocantes maus-tratos praticados na prisão em que o ex-ditador Saddam Hussein, deposto em nome da liberdade, torturava seus adversários. Cada capítulo de 'Cadeia de Comando' é um passo decisivo na busca de uma versão imparcial para a história recente dos Estados Unidos. É, ainda, uma forma privilegiada de entender melhor nosso presente e, também, o que nos reserva o futuro.

Características

Peso 0.64 Kg
Produto sob encomenda Sim
Editora Nova Fronteira
I.S.B.N. 8500015772
Altura 23.00 cm
Largura 17.70 cm
Profundidade 2.20 cm
Número de Páginas 400
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788500015779
Número da edição 1
Ano da edição 2004
País de Origem Brasil
AutorHersh,Seymour M.