Frete Grátis
  • Google Plus

Cadernos de Lanzarote II (Cód: 426322)

Saramago, José

Companhia Das Letras

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 77,90 em até 2x de R$ 38,95 sem juros
Cartão Saraiva R$ 74,01 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 25,97 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 2x sem juros de R$ 0,00


Cadernos de Lanzarote II

R$77,90

Descrição

O grande narrador português abre seus diários e oferece um verdadeiro banquete de reflexões e desabafos sobre temas os mais variados, tratados com franqueza, bom humor e muita inteligência.
José Saramago mora em Lanzarote, uma das ilhas Canárias. Ali, em 1993, começou a compor um diário cujo primeiro volume abrange os anos de 1993, 94 e 95 (Companhia das Letras, 1997), enquanto este cobre 1996 e 1997. O autor pode falar sobre tudo: a família, os amigos, as coisas cotidianas, as coisas extraordinárias, as viagens constantes, o Brasil, os muitos brasileiros que conhece, as tarefas que decorrem da sua profissão, do seu modo de escrever etc. Para um escritor, manter um diário é trabalhar. O tom pode ser mais informal e nenhum projeto propriamente dito se explicita, mas a obra é legível em cada página. Entre coisas e pessoas, hábitos e decisões, afetos e idéias, o trabalho de José Saramago é escolher suas afinidades e gerar sua escrita humanizadora.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Companhia Das Letras
Cód. Barras 9788571648609
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 8571648603
Profundidade 0.00 cm
Acabamento Brochura
CONSUMÍVEL Não
Número da edição 1
Idioma Português
ANO 1999
MÊS MARÇO
País de Origem Brasil
Número de Páginas 504
Ano da Publicação 1999
Peso 0.62 Kg
Largura 14.00 cm
AutorSaramago, José

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Cadernos de Lanzarote II