Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
e-book

Café (Cód: 9354411)

Andrade, Mário de; Mário de Andrade; Tatiana Longo Figueiredo

Nova Fronteira (Livros Digitais)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 24,90
Cartão Saraiva R$ 24,90

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Café

R$24,90

Descrição

Pode-se imaginar Mário de Andrade desembarcando na Estação da Luz, em fevereiro de 1929, na volta de sua viagem ao Nordeste do Brasil. Vem com ele, plasmado em sua criação, o artista que mais o impressionara em seu trabalho de estudioso da cultura popular – o cantador de cocos Chico Antônio. Dirige às luzes da agitada e cosmopolita São Paulo um olhar de espanto que já é do personagem nascente no seu espírito. No universo ficcional, migrante como tantos da mesma região, Chico Antônio passa pela capital, antes de seguir para uma fazenda de café, cultivo que muita riqueza garantira aos paulistas.Surge um novo texto, o romance Café, cujo plano indica cinco partes – Prelúdio, Família, O par, Pobres ensimesmados e Final, em uma primeira nomeação. Em todas elas estaria o personagem Chico Antônio. O trabalho avança e, em 1930, dois fragmentos são divulgados na imprensa, Os sírios e A negrada. “Café (romance)” torna-se título nas listas das obras em preparo nos livros que Mário de Andrade publica – Remate de males (1930), Belazarte (1934), Macunaíma (1937, 2ª edição). Os fragmentos e o título Café instigam os leitores, na expectativa de uma obra-prima, pelo que nos conta a correspondência de Mário de Andrade. Mas a extensão do projeto esbarra no excesso de afazeres do polígrafo, e três das cinco partes previstas não estão prontas quando o romancista morre aos 51 anos, em 1945. As partes primeiras, Prelúdio e Família, no correr das versões, tiveram sua designação alterada pelo escritor para A noite de sábado e As duas irmãs. No texto, a crise da exploração do café, no final dos anos de 1920, recebe tratamento áspero, desvelando as contradições da sociedade brasileira. Passados 70 anos da morte de Mário, este Café oferecido ao leitor guarda o sentido de um romance inacabado que, todavia, não o desampara nos dias de hoje. Tem-se uma trama muito bem articulada, personagens vigorosas, capazes de traduzir situações humanas intensas e de ultrapassar, assim, um tempo demarcado historicamente no Brasil.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca Nova Fronteira (Livros Digitais)
Número de Páginas 264 (aproximado)
Idioma 333
Acabamento e-book
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Início da Venda 07/07/2016
Código do Formato Epub
Cód. Barras 9788520924594
Ano da Publicação 115
AutorAndrade, Mário de; Mário de Andrade; Tatiana Longo Figueiredo