Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8
e-book

Caminhos cruzados (Cód: 9354327)

Rónai,Paulo; Ferreira, Aurélio Buarque De Holanda; Rónai,Paulo; Ferreira, Aurélio Buarque De Holanda

Nova Fronteira (Livros Digitais)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 29,90

em até 1x de R$ 29,90 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Caminhos cruzados

R$29,90

Descrição

A Coleção Mar de Histórias: antologia do conto mundial é composta por 10 volumes independentes que contém, nada menos, que 239 contos, de 192 autores escolhidos entre os melhores de 41 países. A expressão Mar de Histórias foi tirada do título, em sânscrito, Kathâsaritsâgara, de uma antiga coletânea da Índia, do século XI. A sua tradução significa isso mesmo: “mar formado pelos rios de histórias”. A obra foi organizada há mais de quarenta anos por Aurélio Buarque de Holanda Ferreira e Paulo Rónai, dois dos maiores tradutores e estudiosos da Literatura Mundial em todos os tempos e gêneros.Esta viagem pelo mar imenso das histórias mostra a transição entre romantismo e realismo. Ela abre com um leque das variantes românticas mais diversas. Na famosa história de “Mimi Pinson”, eterniza Musset a graciosa figura da grisete parisiense.Em “Solfieri”, do nosso Álvares de Azevedo, contempla-se um reflexo de byronismo patológico. O romantismo à suíça de Gottfried Keller, em “Espelho, o gatinho”, é, ao mesmo tempo, brincalhão e amaneirado. “Uma cama terrivelmente esquisita”, do inglês Wilkie Collins, dá início, na Europa, à novela policial de tão largo desenvolvimento futuro. “O ninho das águias”, do norueguês Bjørnstjerne Bjørnson, é exemplo de simbolismo moralizador. Contemporâneo deste, o holandês Multatuli verte, em breves alegorias, seu pessimismo e sua revolta contra o destino.A “Morte heroica”, de Baudelaire, é espécime de “poema em prosa”, gênero de que foi ele um dos criadores. A ficção histórica, tão grata ao romantismo, é exemplificada pela “Última corrida de touros em Salvaterra”, de Rebelo da Silva. Com Bret Harte, apresenta-se o iniciador da literatura do Velho Oeste norte-americano, de que “A sorte do Acampamento Uivante” pode considerar-se o modelo. O espanhol Bécquer oferece amostra, no fantástico “O miserere”, da utilização de um tema popular.O realismo aponta em “Gitje”, do holandês Busken-Huet, que lembra um quadro do gênero à flamenga; assume aspecto anedótico-familiar em duas narrativas de Daudet; está a serviço de um erotismo algo escandaloso para a época em “O mais belo amor de d. João”, de Barbey d’Aurevilly. “Um tiro no nevoeiro”, obra-prima inesquecível do dinamarquês Jacobsen, analisa com fria objetividade um extremado amor transfeito em ódio. Noutra obra-prima, “Uma alma simples”, de Flaubert, a observação mais minudente alia-se ao estilo artístico mais elaborado.O tcheco Jan Neruda, em dois contos totalmente diversos, revela-se atraído ora pelo romantismo mais lúgubre, ora pelo realismo mais terra a terra. Uma graciosa anedota, “Os três corvos”, do equatoriano José Antonio Campos, marca o aparecimento da América do Sul neste panorama geral do conto. E, para terminar, um dos grandes moldadores do conto moderno, que lhe deu forma definitiva, Maupassant — de quem figuram aqui três narrativas das mais vigorosas: um episódio da guerra franco-prussiana, um caso de amor de efeito fatal e a história de uma dessas brincadeiras cruéis em que o destino se compraz em envolver e destruir uma vida.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca Nova Fronteira (Livros Digitais)
Número de Páginas 288 (aproximado)
Idioma 333
Acabamento e-book
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Coleção / Série Mar de histórias : antologia do conto mundial
Início da Venda 07/07/2016
Código do Formato Epub
VOLUME 6
Cód. Barras 9788520937693
Ano da Publicação 114
AutorRónai,Paulo; Ferreira, Aurélio Buarque De Holanda; Rónai,Paulo; Ferreira, Aurélio Buarque De Holanda