Frete Grátis
  • Google Plus

Casei com um Comunista (Cód: 448409)

Roth, Philip

Companhia Das Letras

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 62,90 em até 2x de R$ 31,45 sem juros
Cartão Saraiva R$ 59,76 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 20,97 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Não apenas a vida pelo avesso, mas também o avesso do livro, da literatura, do humor, do amor. O leitor não precisa ser judeu para gostar de Philip Roth - seu judaísmo é a caricatura da condição humana, para usar a expressão do falecido Bernard Malamud, inspirador e amigo. Com O avesso da vida, espera-se (se Roth não produzir outra das suas geniais surpresas) a conclusão de um originalíssimo ciclo de obras aparentemente autobiográficas mas, na realidade, um jogo de faz-de-conta. De certa forma, tudo começou com o sucesso de O complexo de Portnoy, do qual resultou a trilogia, espécie de bildungsroman sobre a formação de um escritor. Ele é Nathan Zuckerman, que escreve devastadora sátira sobre o judaísmo que lhe granjeia fama, fortuna, ressentimento do pai - que morre de desgosto -, impotência sexual e a crise da meia-idade. The Ghost Writer, Zuckerman Unbound, The Anatomy Lesson (e um epílogo, The Prague Orgy) narram as patéticas desventuras de Zuckerman, que Roth, há quase dez anos e com rara habilidade, nos persuadira ser ele próprio. Porque, sendo invenções, continham a possibilidade de serem rigorosamente reais. ´Escrevo sobre o que poderia ter acontecido [...] Somos todos autores dos outros [...]´ Este O avesso da vida desfaz a montagem, a começar pela dedicatória ao pai de Roth, vivo, ao contrário do de Zuckerman. Um desvendamento da ficção, uma exposição quase despudorada da própria intimidade, uma revisão da arte de contar como poucos escritores o fizeram na história da literatura mundial, uma indagação amarga e cômica sobre a experiência judaica depois do Holocausto, reportagem sobre si mesmo e o mundo. Um projeto complexíssimo, trabalhado com virtuosismo e gargalhadas. Penosa brincadeira levada a sério - não muito diferente do que faz Woddy Allen no cinema e com quem tem sido constantemente comparado.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Companhia Das Letras
Cód. Barras 9788535900361
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 8535900365
Profundidade 2.50 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2000
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 422
Peso 0.53 Kg
Largura 14.00 cm
AutorRoth, Philip

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Casei com um Comunista