Frete Grátis
  • Google Plus

Celso Furtado e o Século XXI (Cód: 1562824)

Sabóia,João Luiz Maurity; De Carvalho,Fernando Cardim

MANOLE

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 62,00 em até 2x de R$ 31,00 sem juros
Cartão Saraiva R$ 58,90 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 20,67 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 2x sem juros de R$ 0,00


Celso Furtado e o Século XXI

R$62,00

Descrição

'Tem razão João Saboia, organizador deste livro: o pensamento de Celso Furtado, sua herança teórica, sua luta pelo desenvolvimento latino-americano, sua postura ética e sua vocação de servidor público são cada vez mais celebrados como um patrimônio da nação brasileira e de outros países de sua amada América Latina. Furtado é o mais latinoamericano dos brasileiros.

Recuperar o pensamento de Celso Furtado, que sempre foi produzido para a ação, não é uma tarefa simples. Fazê-lo passar pela prova da História, isto é, transformá-lo em agenda da política e de novo em ação é ainda mais difícil. Nos termos de Gramsci, a obra de Furtado tornou-se uma ideologia, vale dizer, uma forma de pensar o mundo latino-americano e informar a ação reformadora. Poucas produções teóricas podem se gabar dessa façanha. Marx já dizia que a teoria tem uma força transformadora insuspeitada quando é tomada pelos homens como arma na luta de classes.

Furtado tem sido estudado como economista, mas a dimensão e a profundidade políticas de seu pensamento são claramente subestimadas mesmo pelos que lhe seguem os passos teóricos. Neste sentido, Furtado é também um herdeiro de outra tradição da ciência social brasileira, encarnada nos pensadores autoritários das quatro primeiras décadas do século XX: a de um pensamento para a ação transformadora. Furtado nega as posições conservadoras daquela plêiade, mas não vacila em pensar para a ação política.

Esta obra deve ser obrigatoriamente ponto de partida, mas não de chegada. Isto é, um enorme esforço teórico deve ser feito para interrogar sobre as novas condições das nações em um capitalismo globalizado - ou mundializado, como prefere Chesnais -, bem como sobre os novos sujeitos da História e sobre as formações políticas. Chame-se globalização ou mundialização, este é um processo real, e não apenas ideológico. Este conjunto de trabalhos é resultado de mais um seminário organizado pelo Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IE/UFRJ) e resgata, recupera, sem cloná-lo, mas também sem anacronismos, o pensamento de Furtado. Por isso, intitulei este prefácio plagiando Furtado - Para retomar a Construção Interrompida.'

Trechos do prefácio de Francisco de Oliveira

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora MANOLE
Cód. Barras 9788598416250
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 8598416258
Profundidade 2.40 cm
Acabamento Brochura
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 472
Peso 0.68 Kg
Largura 16.00 cm
AutorSabóia,João Luiz Maurity; De Carvalho,Fernando Cardim

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Celso Furtado e o Século XXI