Frete Grátis
  • Google Plus
  • 29587
  • 123550201

Confesso que Vivi - Memórias (Cód: 364875)

Neruda, Pablo

Bertrand Brasil

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 79,90 R$ 63,90 (-20%) em até 2x de R$ 31,95 sem juros
Cartão Saraiva R$ 57,51 (-10%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 21,30 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Descrição

Segundo Pablo Neruda a introdução deste livro, as memórias ou lembranças que compõe a autobiografia ´(...) são intermitentes e, por momentos, me escapam porque a vida é exatamente assim. a intermitência do sonho nos permite suportar os dias de trabalho. Muitas de minhas lembranças se toldaram ao evocá-las, viraram pó como cristal irremediavelmente ferido. As memórias do poeta. Aquele viveu talvez menos, porém fotografou muito mais e nos diverte com a perfeição dos detalhes; este nos entrega uma galeria de fantasmas sacudidos pelo fogo e a sombra de sua época. Talvez não vivi em mim mesmo, talvez vivi a vida dos outros. Do que deixei escrito nestas páginas se desprenderão sempre - como arvoredos de outono e como no tempo das vinhas - as folhas amarelas que vão morrer e as uvas que reviverão no vinho sagrado. Minha vida é uma vida feita de todas as vidas: as vidas do poeta.´

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Bertrand Brasil
Cód. Barras 9788528601466
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 8528601463
Profundidade 2.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 27
Ano da edição 2004
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 413
Título Original Confieso que He Vivido: Memorias
Peso 0.60 Kg
Largura 15.70 cm
AutorNeruda, Pablo

Avaliações

Avaliação geral: 5

Você está revisando: Confesso que Vivi - Memórias

vania luiza de lira silva recomendou este produto.
20/05/2015

Escritor. poeta e um homem singular, fez da poesia sua bandeira.

Escrever uma autobiografia não é fácil. Mas, o escritor e poeta chileno, Pablo Neruda, nobel em literatura, sintetizou todas as fases de sua existência, em poesias, prosas, poema e odes.Nobel em Literatura em 1871 é uma das persolaidades mais aguerrida contra às injustiças sociais. Sua vida e seu trabalho confunde-se com os ideais Socialistas. Para sempre Pablo Neruda.

Por Vânia Luiza de Lira.

Esse comentário foi útil para você? Sim (0) / Não (0)