Frete Grátis
  • Google Plus

Conflitos Territoriais Entre o Campesinato e o Agronegócio Latifundiário - Col. Geografia Em Movimento (Cód: 8121175)

Fabrini,João Edmilson; Roos,Djoni

Outras Expressões

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 18,00
Cartão Saraiva R$ 17,10 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Conflitos Territoriais Entre o Campesinato e o Agronegócio Latifundiário - Col. Geografia Em Movimento

R$18,00

Descrição

Neste livro temos o objetivo de participar do debate sobre as transformações ocorridas no campo brasileiro com a expansão das relações capitalistas expressas no agronegócio e, contraditoriamente, na manutenção do latifúndio. Essa expansão implicou na intensificação da expropriação e negação da terra aos camponeses, o que se desdobrou em lutas e conflitos diversos presentes no campo brasileiro desde um passado distante. Assim, os conflitos entre o agronegócio latifundiário e os camponeses, bem como suas ações para a garantia de existência enquanto classe na sociedade capitalista contemporânea se constituem no eixo central de análise deste livro. Nesse contexto, demonstramos que a expansão das relações capitalistas no campo brasileiro ocorre de modo contraditório e desigual em que a “nova” face da agricultura capitalista, o agronegócio, se alicerça no “velho” caráter rentista, especulativo e patrimonialista. A luta camponesa pela reforma agrária, por exemplo, está inserida no contraponto do contexto de transformações conservadoras e de manutenção da ordem oligárquico-empresarial no campo brasileiro. As lutas e conflitos existentes no campo, ora silenciosas, ora sangrentas, marcam a vida e a existência dos camponeses. Destacam-se nessas lutas, a organização nos movimentos sociais, pois eles se tornaram paradigmáticos e centrais nas conquistas dos camponeses. Assim, a presente publicação se dedica a analisar a dimensão territorial dos conflitos camponeses enfatizando sua ação nos movimentos sociais em defesa da reforma agrária, com destaque para as lutas realizadas no estado do Paraná. Acrescenta-se ainda que nosso objetivo – além de almejar a interlocução com nossos pares sobre a interpretação dos conflitos, lutas e transformações conservadoras no campo brasileiro – é também somar-se ao enfrentamento e resistência, na esfera acadêmica, da classe camponesa ao capital empresarial e latifundiário. Neste sentido, há a necessidade de ampliação do debate sobre os condicionantes que vulnerabilizam e mantêm a reprodução camponesa no circuito da subalternidade, bem como daquelas práticas que se potencializadas podem garantir a existência autônoma dessa classe. Portanto, desvendar os limites e as potencialidades do campesinato é acreditar nessa “estranha classe” como possibilidade de construção de outros caminhos, ou seja, é acreditar na possibilidade de uma sociedade mais igualitária na qual o camponês tem papel protagonista.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Outras Expressões
Cód. Barras 9788564421707
Altura 24.00 cm
I.S.B.N. 9788564421707
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2014
Idioma Português
Número de Páginas 144
Peso 0.23 Kg
Largura 17.00 cm
AutorFabrini,João Edmilson; Roos,Djoni

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Conflitos Territoriais Entre o Campesinato e o Agronegócio Latifundiário - Col. Geografia Em Movimento