Frete Grátis
  • Google Plus

Crime Perfeito, o (Cód: 1390127)

Baudrillard, Jean

Relógio D'água

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 62,80 R$ 55,30 (-12%)
Cartão Saraiva R$ 52,54 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 27,65 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva
Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 18:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

Formas de envio Custo Entrega estimada
X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

«Para reencontrar a marca do nada, do inacabamento, da imperfeição do crime, é preciso portanto suprimir a realidade do mundo. Para reencontrar a constelação do segredo, é preciso suprimir a acumulação de realidade e de linguagem. É preciso suprimir uma a uma as palavras da linguagem, suprimir uma a uma as coisas da realidade, subtrair o mesmo ao mesmo. É preciso que, sob cada fragmento de realidade, qualquer coisa tenha desaparecido, para assegurar a continudade do nada — sem todavia ceder à tentação do aniquilamento, porque é preciso que a desaparição permaneça viva, que a marca do crime permaneça viva. O que desaprendemos da modernidade, onde sem cessar acumulamos, adicionamos, cobrimos o lanço, é que a subtracção é que dá a força, que da ausência nasce o poder. E, por não sermos já capazes de defrontar a superioridade simbólica da ausência, estamos hoje mergulhados na ilusão inversa, desencantada, a da proliferação dos ecrãs e das imagens. Ora, a imagem já não pode imaginar o real, visto que o é. Já não pode sonhá-lo, visto que é ela a sua realidade virtual. É como se as coisas tivessem devorado o seu espelho e se tivessem tornado transparentes a si próprias, inteiramente presentes a si próprias, em plena luz, em tempo real, numa transcrição implacável. Em vez de se ausentarem de si próprias na ilusão, são forçadas a inscreverem-se nos milhares de ecrãs de cujo horizonte desapareceu não só o real mas a imagem. A realidade foi expulsa da realidade. Talvez só a tecnologia religue ainda os fragmentos dispersos do real. Mas para onde foi a constelação do sentido? O único 'suspense' que resta é o de saber até onde o mundo se pode desrealizar antes de sucumbir ao seu demasiado pouco de realidade, ou inversamente, até onde ele se pode hiper-realizar antes de sucumbir sob o excesso de realidade (isto é, quando, tornado per feitamente real, tornado mais real que o real, ele sucumbir à simulação total).»

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca Relógio D'água
Cód. Barras 9789727083282
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9727083285
Ano da edição /
Idioma Português (Portugal)
Número de Páginas 193
Peso 0.44 Kg
Largura 14.00 cm
AutorBaudrillard, Jean

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Crime Perfeito, o

Crime Perfeito, o (Cód: 1390127) Crime Perfeito, o (Cód: 1390127)
R$ 55,30
Crime Perfeito, o (Cód: 1390127) Crime Perfeito, o (Cód: 1390127)
R$ 55,30