Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Crimes que Não Se Podem Punir Nem Perdoar (Cód: 1432976)

Antoine Garapon

Instituto Piaget

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

Economize até R$ 12,00

R$ 68,00 (-15%) em até 1x no crédito
R$ 80,00 em até 2x de R$ 40,00 sem juros
Cartão Saraiva R$ 68,00 (-15%) em até 1x no cartão ou em até 4x de R$ 20,00 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 2x sem juros de R$ 0,00


Crimes que Não Se Podem Punir Nem Perdoar

R$80,00

Descrição

Tudo começa em Nuremberga e em Tóquio, e se precipita após o fim da Guerra Fria: em Março de 1999, a imunidade do general Pinochet é levantada pelos lordes britânicos, a pedido de um juiz espanhol. Dois meses mais tarde, pela primeira vez na história, um chefe de Estado em exercício de funções, Slobodan Milosevic, é acusado, detido e julgado perante o Tribunal Penal Internacional para a exJugoslávia (TPIJ). Posteriormente, no dia 1 de Julho de 2002, nascia o Tribunal Penal Internacional.É esta nova justiça penal internacional uma «justiça de vencedores» ou uma utopia moralizadora, como sustentam os seus detractores?Chegou a altura de confrontar as realizações desta justiça com o seu projecto: qual o seu verdadeiro contributo para a construção da paz? Os processos que instrui reabilitam as vítimas? Pode a justiça impedir a guerra? Irão os juízes suplantar a soberania dos povos?

Características

Peso 0.43 Kg
Produto sob encomenda Não
Marca Instituto Piaget
I.S.B.N. 972771708X
Altura 0.00 cm
Largura 0.00 cm
Profundidade 0.00 cm
Número de Páginas 288
Acabamento Brochura
Detalhe 1
Cód. Barras 9789727717088
Ano da edição 2004
AutorAntoine Garapon