Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
  • Google Plus

Crítica Dialética em Theodar Adorno (Cód: 1981534)

Almeida de Jorge

Atelie

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 42,00
Cartão Saraiva R$ 39,90 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 21,00 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Crítica Dialética em Theodar Adorno

R$42,00

Descrição

A participação de Theodor Adorno no debate crítico sobre o modernismo e as vanguardas – focada nas questões do Expressionismo, do Neoclassicismo e da Nova Música, durante a República de Weimar – é o ponto de partida para o estudo de Jorge de Almeida. O texto apresenta uma minuciosa análise da relação entre teoria crítica e estética filosófica na obra do pensador alemão.
Em vez de permanecer nas discussões abstratas que ainda norteavam as estéticas de Kant e Hegel, o livro recupera o sentido da reflexão estética de Adorno em um momento, após o Romantismo, em que “a reflexão sobre arte não podia mais ser feita a partir de fora, a partir de conceitos genéricos de estilo”. Jorge de Almeida nos apresenta, assim, as condições históricas para o desenvolvimento da própria idéia de “crítica imanente”, que recusa a abordagem do objeto a partir de métodos e conceitos previamente definidos. Ou seja, a compreensão do objeto estético, seja música, literatura ou pintura, passa a implicar um constante redimensionamento dos próprios parâmetros da crítica e da reflexão sobre a arte.
Como diz o crítico Roberto Schwarz, na apresentação do livro: “A profusão de argumentos decisivos, derrubando-se uns aos outros, o confronto entre obras capitais mas ainda não consagradas, os artistas e críticos em vias de se tornarem os grandes nomes do século, a guerra pelo controle das revistas de arte, tudo isto, mais os argumentos de Adorno a respeito, forma um espetáculo de sumo interesse, apresentado com mão de mestre”.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Atelie
Cód. Barras 9788574803524
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788574803524
Profundidade 0.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2007
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 320
Peso 0.44 Kg
Largura 14.00 cm
AutorAlmeida de Jorge

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Crítica Dialética em Theodar Adorno