Frete Grátis
  • Google Plus

Dançando com a Morte - Sobre o Viver e o Morrer (Cód: 2604696)

Keizer Bert

Globo Editora

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 39,00
Cartão Saraiva R$ 37,05 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Dançando com a morte - Sobre a vida e a morte, do médico holandês Bert Keizer, em competente tradução de Ana Ban (a partir de versão em inglês do próprio autor), é um livro surpreendente. Tão surpreendente quanto a visão que apresenta da morte. A morte, para o senso comum, pode ser mais ou menos resumida numa equação: corpo + tristeza = morte. Se se trata de um crente, junta-se uma subtração: corpo - alma + tristeza = morte. Resta apenas acrescentar a variável acidente/doença/velhice (ou, mais raramente, assassinato e suicídio) como causa, razão, motivo ou explicação. Nada disso, porém, trata da morte, e sim da pós-morte. Do resultado da morte. A morte, na verdade, é o que antecede a morte. A morte é o morrer. O livro do Dr. Keizer não trata afinal da morte, mas do morrer.

Morrer, porém, neste caso não se confunde com as causas da morte, ou seja, a tríade acidente/doença/velhice? O livro, então, seria apenas a descrição do trabalho de um médico. Seria, se o Dr. Keizer fosse um médico comum. Ele o é, de fato, no dia-a-dia profissional. Mas não o é absolutamente, na sua visão da medicina - ou melhor, da impotência da medicina. Em parte, porque o Dr. Keizer não trabalha num hospital, mas numa casa de repouso, instituição em que os pacientes estão para morrer. Ou porque são muito velhos, ou porque têm doenças incuráveis. Mas isto é apenas parte da equação. Pois para além da circunstância profissional, o que informa a visão do autor é seu raro realismo, sua lucidez cortante, sua cultura literária e seu humor mordaz. Para os pacientes, é uma situação mórbida ou trágica. Para os leitores, o ponto de partida para um livro irresistível.

Trata-se, em primeiro lugar, de um livro abrangente. Nas palavras do autor - também formado em filosofia - '[são discutidos] a história infelizmente desprezada e ignorada da medicina, a natureza da discordância com a medicina alternativa, o efeito do placebo, a escassez de conteúdo científico na clínica médica, o fracasso das pesquisas contra o câncer, as idéias sobre a anatomia da pessoa mediana, a incrível superestimação do poder da medicina, as coisas que as pessoas fazem para apaziguar seu medo da morte, a maneira inescrutável como nossa mente se ancora no cérebro (ter uma mente - ser um corpo). Estes e outros temas estão entremeados às histórias de vida e de morte dos diversos personagens da narrativa'. Porém, sua abrangência não é apenas temática.

O grande humanismo e a não menor inteligência do autor permitem-lhe tecer comentários sobre os mais variados assuntos sem nunca perder o vigor - ou seja, sem jamais cair no clichê. Incluindo a teodicéia (a justiça divina), a propaganda laboratorial, o anti-semitismo etc. Mas, principalmente, a eutanásia (hoje legal na Holanda). Tudo entremeado de citações de e referências a Dostoievski, Beckett, Proust, Wittgenstein, Kafka, feitas com pertinência, parcimônia, clareza e, sim, humor.

Numa casa de repouso, às vezes é o paciente que quer morrer, às vezes são seus parentes que querem aliviar seu sofrimento. 'Seu', ou seja, do paciente, ou 'seu', isto é, deles parentes? A descrição dos diálogos e procedimentos é de um realismo que, se jamais é cru, até por força do estilo literário, é sempre agudo. E invariavelmente surpreendente, no modo como enfoca as minúcias instrumentais e alterna para as questões existenciais. Não há nada de horripilante, nada de semelhante a um filme de terror, mas muito de uma banalidade, esta sim, atroz. A verdadeira vítima deste livro é o senso comum.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Globo Editora
Cód. Barras 9788525045195
Altura 20.70 cm
I.S.B.N. 9788525045195
Profundidade 0.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2008
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 412
Peso 0.45 Kg
Largura 14.00 cm
AutorKeizer Bert

Avaliações

Avaliação geral: 5

Você está revisando: Dançando com a Morte - Sobre o Viver e o Morrer

JORGE recomendou este produto.
24/03/2015

EXCELENTE

EXCELENTE
Esse comentário foi útil para você? Sim (0) / Não (0)