Frete Grátis
  • Google Plus

Direito Internacional No Tempo Clássico (Cód: 9058626)

Casella,Paulo Borba

Atlas

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 230,00 em até 7x de R$ 32,86 sem juros
Cartão Saraiva R$ 218,50 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 11x de R$ 20,91 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva
Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 18:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

Formas de envio Custo Entrega estimada
X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

O Direito internacional no tempo clássico se situa na segunda metade do século XVII e primeira metade do século XVIII, aqui examinado entre o final da “guerra dos trinta anos”, com a paz de Vestfália, em 1648, e a profunda reformulação do sistema internacional, que marca a passagem do direito internacional “moderno” – de SUAREZ a GRÓCIO – até o direito internacional “clássico’’– na linha de PUFENDORF a WOLFF e BURLAMAQUI – marcado pela “guerra dos sete anos” (1756-1763)”. Contribuições de autores e obras importantes marcam esse período: da morte de ZOUCH, em 1660, até a publicação da obra principal de WOLFF (1749).
Nesse tempo, fixaram-se elementos importantes do direito internacional – daí ser este dito “clássico” –, mas também, paradoxalmente, avançaram as forças contrárias ao direito internacional: fortalecem-se os estados nacionais, adotados como padrão de ação internacional da era moderna, e esses estados fazem alianças, como também fazem guerras e, depois destas, fazem acordos de paz. Ao mesmo tempo, os estados, mais e mais absolutistas, passam a afirmar, frequentemente, a primazia dos interesses nacionais, a relatividade dos acordos externos, e a impor as concepções “nacionais’’, a tal ponto que alguns chegam a questionar se poderia existir e quanta efetividade teria alguma concepção institucional internacional”.
Para situar o contexto do tempo, são examinados, além do prefácio, “o que é, e como é o ‘clássico’?”, as etapas da construção de sistemas coesos, de Vestfália (1648) até o início da guerra dos sete anos (1756), a literatura sobre o equilíbrio da Europa, o padrão clássico na cultura e o que são os “sistemas internacionais coesos”.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Atlas
Cód. Barras 9788597001846
Altura 24.00 cm
I.S.B.N. 9788597001846
Profundidade 3.50 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2015
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 759
Peso 1.02 Kg
Largura 17.00 cm
AutorCasella,Paulo Borba

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Direito Internacional No Tempo Clássico

Direito Internacional No Tempo Clássico (Cód: 9058626) Direito Internacional No Tempo Clássico (Cód: 9058626)
R$ 230,00
Direito Internacional No Tempo Clássico (Cód: 9058626) Direito Internacional No Tempo Clássico (Cód: 9058626)
R$ 230,00