Frete Grátis
  • Google Plus

Direitos Humanos, Direito Constitucional e Neopragmatismo (Cód: 3691204)

Kaufmann,Rodrigo de Oliveira

Almedina

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 129,00 em até 4x de R$ 32,25 sem juros
Cartão Saraiva R$ 122,55 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 6x de R$ 21,50 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 4x sem juros de R$ 0,00


Direitos Humanos, Direito Constitucional e Neopragmatismo

R$129,00

Descrição

A teoria constitucional desenvolvida no Brasil se encontra em momento de encruzilhada. O aprofundamento da elucubração
teórica no direito constitucional, associado a modelos importados de racionalismo jurídico, somente conseguiu produzir discurso hermético, excludente e despregado dos problemas concretos. Isso se deu por meio da linguagem técnico-transcendental da ponderação, de matriz principiológica, que força o artificial protagonismo do Poder Judiciário um discurso feito por e para juristas com consequências desastrosas e cruéis para os direitos humanos.

Dessa forma, diante do esgotamento desse modelo neoconstitucionalista com seus deficits democráticos, este livro, fruto de uma experiência contrastada com as promessas da teoria, traz o neopragmatismo que oferece possibilidades de construção de nova compreensão dos direitos humanos que prestigie a democracia e parta da sentimentalidade, solidariedade e de um vocabulário mais inclusivo e honesto. O jurista, nesse novo quadro, passa a exercer a função de um mediador que, com criatividade e imaginação, tem o papel de edificar soluções as mais medianas e consensuais possíveis,mesmo no âmbito da jurisdição constitucional.

A obra entregue ao leitor interessado em abordagens criativas sobre o papel do jurista, em sociedades mergulhadas em violentas disputas, será muito útil. Rodrigo Kaufmann apresenta a ideia de que há um deficit democrático no Direito e que, a partir de uma perspectiva de sua atuação como ironistas liberais, os juristas, despidos de sua confortável posição de centralidade no discurso de poder em que se transformou o direito constitucional, especialmente, possam finalmente atuar como mediadores. E não nos referimos aqui apenas a um sentido da mediação jurídica no caso concreto, trazido à apreciação dos profissionais do Direito em um contexto normativo em que a maioria dos sistemas prevê a mediação, e seus procedimentos correlatos, na resolução de conflitos estruturados em linguagem jurídica.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Almedina
Cód. Barras 9788563182098
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 9788563182098
Profundidade 2.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2011
Idioma Português
Número de Páginas 432
Peso 0.61 Kg
Largura 16.00 cm
AutorKaufmann,Rodrigo de Oliveira

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Direitos Humanos, Direito Constitucional e Neopragmatismo