Frete Grátis
  • Google Plus

Dissídio Coletivo Consensual e Autonomia Negocial Coletiva (Cód: 9337739)

Monsores De Assumpção,Luiz Felipe

Lumen Juris

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 90,00 R$ 66,50 (-26%) em até 2x de R$ 33,25 sem juros
Cartão Saraiva R$ 63,18 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 22,17 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Esta obra possui a marca da interdisciplinaridade. A larga experiência do autor com o Direito do Trabalho, aliado à sólida formação jurídica, garante aos acadêmicos, professores, pesquisadores e operadores do direito um raro estado da arte sobre um dos institutos mais polêmicos do direito sindical: o dissídio coletivo. Mas tão-só a perspectiva jurídica não basta, quando o propósito é falar sobre o sindicalismo brasileiro. É necessário introduzir categorias teóricas e metodologias de outros ramos do conhecimento científico, como a Sociologia, a Filosofia e a Economia. Nesse sentido, o livro convida o leitor a lançar um olhar de estranhamento crítico sobre a crise do modelo sindical brasileiro, centrado na (possível) influência que a reconfiguração do dissídio coletivo, advinda com a EC nº 45, teria provocado sobre a autonomia negocial coletiva dos sindicatos profissionais. Algumas das propostas do autor são, verdadeiramente, surpreendentes. Tomemos como exemplo: o deslocamento da tutela “imediata” da ação de dissídio coletivo para o direito (constitucional) à negociação; o conflito como elemento estruturante da organização social; o rompimento com o corporativismo fascista, como um traço atávico do sindicalismo brasileiro; a relação entre a taxa de crescimento do número de sindicatos e a crise de representação dessas entidades de classe; a influência do dissídio coletivo “consensual” sobre o desempenho negocial dos sindicatos. Em todos os casos, dentre outros temas “espinhosos” tratados nesta obra, o autor aponta para a necessidade de uma releitura. A obra não poupa o leitor das delícias da dúvida sincera, sobretudo quando a usa como propelente para a reflexão científica sobre o que se apresenta a nós como óbvio. Portanto, o texto deve agradar um amplo espectro de leitores interessados em ciências humanas e sociais aplicadas e, em especial, os juristas, sobretudo os que se propõem a desconfiar dos dogmas e determinismos que amiúde o próprio Direito reproduz.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Lumen Juris
Cód. Barras 9788584404483
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788584404483
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2016
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 313
Peso 0.39 Kg
Largura 14.00 cm
AutorMonsores De Assumpção,Luiz Felipe

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Dissídio Coletivo Consensual e Autonomia Negocial Coletiva