Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
  • Google Plus
Livro Digital

Épuras do Social (Cód: 7077669)

Santos, Joel Rufino dos

Global Editora (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 28,70
Cartão Saraiva R$ 28,70

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Épuras do Social

R$28,70

Descrição

Em Épuras do Social, Joel Rufino dos Santos aborda uma questão inquietante, proposta no subtítulo do livro: 'Como podem os intelectuais trabalhar para os pobres'. A proposição, aparentemente simples, envolve na realidade uma série complexa de coordenadas sociais, humanas, políticas, relacionadas com a história, a crítica literária, a filosofia, a teoria da comunicação. Não basta querer, arregaçar as mangas e fazer. Para chegar aí, como numa cansativa corrida de obstáculos, é preciso disposição, superação, mas também uma nova atitude diante do problema.
Descrente dos intelectuais, acreditando como Brecht na sua 'ruindade de coração', Rufino nutre porém uma secreta dúvida de que talvez esteja equivocado. Afinal, sendo homens como quaisquer outros, por que os intelectuais não podem auxiliar os pobres? Mas o que são pobres?
Para definir o problema com precisão, sem 'nada de vago filosofismo, de afirmativas sem lastro histórico-social' (Muniz Sodré), Rufino baseia o seu raciocínio em uma longa análise de clássicos da literatura realista brasileira e da sociologia acadêmica, para em seguida responder a outra pergunta não menos imprecisa: O que são intelectuais? Aqui o diálogo se estende a figuras tão dessemelhantes como Roland Barthes e Adoniran Barbosa, Raul Pompeia e Carolina Maria de Jesus.
Na análise da mutação histórica da cultura (capítulo que esclarece a razão do título do livro), o autor estuda o pensamento de Braudel, Marcuse, Fernando Henrique Cardoso, para terminar com uma conclusão provocativa: os intelectuais que trabalham para os pobres, apenas o fazem para que os pobres continuem trabalhando para eles. É contra essa situação que Rufino se volta, propondo uma nova forma de ação sistemática dos intelectuais a favor dos pobres. O desafio está lançado.

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca Global Editora (Edição Digital)
Cód. Barras 9788526019775
Início da Venda 26/02/2014
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Epub
Tamanho do Arquivo 5123
Proteção Drm Sim
Idioma Português
VOLUME 1
Peso 0.00 Kg
AutorSantos, Joel Rufino dos

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Épuras do Social