Frete Grátis
  • Google Plus

Estado de Exceção e Pluralismo Político (Cód: 4893719)

Rocha Mattedi,Milton Carlos

Arraes Editores

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 51,00
Cartão Saraiva R$ 48,45 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 25,50 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Estado de Exceção e Pluralismo Político

R$51,00

Descrição

A estrutura estatal no mundo moderno sofre constantes mutações em sua formação a fim de adequar-se à evolução da sociedade. O poder soberano, e em particular nas sociedades democráticas, sofre com o paradigma da sua legitimidade. A atuação do político não mais reflete os anseios da coletividade. O Estado moderno, ocultando-se em ideologias de massa, invade cada vez mais a esfera do indivíduo para a suposta proteção do próprio indivíduo e do Estado. Ocorre a usurpação do poder soberano para a satisfação de interesses pessoais. Busca-se a proteção dos direitos do indivíduo retirando dele seus próprios direitos. Cada vez mais, situações excepcionais tornam-se regra. Cria-se um estado de exceção permanente, onde em prol da lei a mesma é violada. Tal movimento não se restringe a ditaduras e Estados semelhantes, mas invade os Estados democráticos atuais, inclusive o Estado brasileiro. O estado de exceção é algo muito antigo, tendo raízes ainda decorrentes do direito romano. Contudo, seu estudo mais aprofundado surge com o nascimento das ditaduras e dos Estados totalitários no início do século XX. Os horrores vistos na sociedade nazista e em outras ditaduras em países africanos são pontos notórios do estado de exceção. Entretanto, tal fato não se limita a esses exemplos e irradia-se a todos os aspectos da sociedade, inclusive acobertados por ideologias de controle de massa. A força da economia transpassa seu campo de atuação e influência de forma decisiva a atuação política estatal. O interesse social desfaz-se em detrimento das exigências econômicas. Em contrapartida, surgem movimentos de resistência à invasão estatal nas esferas individuais dos seus integrantes e o respeito aos direitos estabelecidos e a lei vigente. A redescoberta do político e o respeito ao pluralismo tornam-se essenciais para a proteção e o desenvolvimento da sociedade como um todo.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Arraes Editores
Cód. Barras 9788582380086
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 9788582380086
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2013
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 128
Peso 0.25 Kg
Largura 16.00 cm
AutorRocha Mattedi,Milton Carlos

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Estado de Exceção e Pluralismo Político