Frete Grátis
  • Google Plus

Fisica Moderna: Teorias e Fenomenos - Vol 08 - Col. Metodologia do Ensino (Cód: 2605388)

Maurizio Ruzzi

Ibpex

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 35,00
Cartão Saraiva R$ 33,25 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Fisica Moderna: Teorias e Fenomenos - Vol 08 - Col. Metodologia do Ensino

R$35,00

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Através de explicações detalhadas a respeito dos fenômenos compreendidos por essa ciência, exemplos de aplicações práticas, atividades de fixação e indicações bibliográficas, o autor se propõe a tratar da física moderna e oferece ao leitor a oportunidade de obter maior familiaridade com essa área da física.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Ibpex
Cód. Barras 9788599583708
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788599583708
Profundidade 1.00 cm
Número de Páginas 136
Peso 0.44 Kg
Largura 14.00 cm
AutorMaurizio Ruzzi

Leia um trecho

Capítulo I Este capítulo apresenta e discute alguns fenômenos macro e microscópicos,buscando evidenciar suas diferenças de comportamento. Uma vez apresentado, em linhas gerais, o tipo de fenomenologia que uma teoria microscópica deve descrever, começaremos a discutir as características que tal teoria deve apresentar para cumprir este papel. Exploraremos os conceitos de onda e de partícula, como apresentam-se sempre em situações distintas para a física clássica e como são entrelaçados pela física moderna. Física quântica I 1.1 Motivações para aprender física quântica Existem várias motivações para aprender física quântica. Mas talvez a maior de todas esteja contida em uma pergunta: por que aprender ciência? A ciência é um empreendimento humano que se estende por séculos, milênios até, se entendermos por ciência toda relação racional e reprodutível do homem com a natureza. Aprende-se ciência pelos mesmos motivos que ao longo dos séculos a humanidade fez ciência e, mesmo que não queiramos nos aventurar a discutir quais são esses motivos, parece no mínimo razoável supor que estes devem ser bastante fortes e fundamentais. Mas os dias de hoje, muitas vezes, pedem respostas muito mais pragmáticas do que a dada. Os computadores e a miríade de tecnologias digitais e eletrônicas atuais são produtos da física quântica. De modo algum eles poderiam ser pensados, testados e produzidos em larga escala se as pessoas compreendessem o mundo com os óculos da física clássica. O mesmo pode se dizer da energia nuclear e das técnicas modernas usadas na medicina, como a tomografia computadorizada. Tudo isso faz parte da realidade cotidiana, não são conceitos abstratos ou fenômenos de laboratório. Mas não é apenas pelo viés tecnológico que a física do mundo microscópico se faz presente no dia-a-dia das pessoas. Por exemplo, um comercial de TV de um protetor solar qualquer, ou de óculos escuros, normalmente enfatiza o fato de que o produto protege contra raios ultravioleta. Imediatamente, qualquer pessoa que compreende a língua portuguesa conclui que um raio ultravioleta é algo nocivo, do qual as pessoas devem se proteger. Porém, qualquer questão relacionada a esse tema, incluindo principalmente “por que raios ultravioleta podem ser nocivos a saúde?”, só poderá ser (bem) respondida utilizando conceitos e resultados quânticos. Esse exemplo pode fornecer subsídios para construir um interessante paradoxo didático: vamos supor que um determinado estudante de ensino médio, extremamente esforçado, com tempo livre suficiente para estudar o quanto for necessário e com professores qualificados, competentes e motivados, conclua seus estudos, nos quais aprendeu, inclusive, sobre ondas eletromagnéticas. Ele aprendeu que a radiação ultravioleta, assim como a luz visível, é uma onda eletromagnética e que a energia de uma onda é proporcional à sua amplitude ao quadrado. Com isso, como ele pode compreender por que raios ultravioleta que diferem da luz visível apenas pela freqüência podem ser nocivos a saúde? Sem dúvida, faltam peças para ele completar o quebra-cabeça e, nesse caso, sua (boa) formação escolar apenas serviu para causar-lhe confusão. A solução imediata é informar-lhe que, segundo a física moderna, a energia é proporcional à freqüência. Esse resultado simples é, sem dúvida, a chave para todo o problema, porém, simplesmente enunciado dessa forma torna-se um dogma tão arbitrário quanto “raios ultravioleta são perigosos”. Construir, para o ensino médio, um conjunto conexo de noções de física moderna é uma tarefa difícil, para a qual não se tem ainda um procedimento-padrão definido. Cada professor deve procurar sua forma de fazê-lo, e o objetivo deste capítulo (e deste livro em geral) é fornecer alguns subsídios para tanto.

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Fisica Moderna: Teorias e Fenomenos - Vol 08 - Col. Metodologia do Ensino