Frete Grátis
  • Google Plus

Gip Gip , Nheco-nheco (Cód: 1574223)

Lessa,Ivan

Desiderata

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 41,90
Cartão Saraiva R$ 39,81 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Com texto de Ivan Lessa e ilustrações principalmente de Redi, entre outros representantes do humor carioca, o material reúne aforismos da fase áurea do escritor auto-exilado na Inglaterra, considerado também um dos maiores cronistas brasileiros.  O livro conta com 180 páginas e reúne frases lapidares que permanecem atuais, mesmo após duas décadas de sua publicação original.
“A uma certa altura, ficou decidido que o Caulos me ilustraria sempre. O Redi, no entanto, deu mais liga. A alta cúpula resolveu então que seríamos o Gordo e o Magro da  última página do jornaleco”, recorda-se Ivan Lessa sobre as parcerias com os ilustradores da coluna.
O nome da seção surgiu a partir do xote “Trepa no coqueiro”, que diz em sua letra “Oi, trepa no coqueiro, tira coco, Gipi-gipi, nheco-nheco, no coqueiro oi-li-rá!”. Segundo Jaguar, amigo de Ivan desde os tempos de redação do mais anárquico dos jornais brasileiros, o escritor teria se entusiasmado com a sonoridade da expressão e resolveu adotá-la.
“Reunimos este material, formatamos para o lançamento em livro e pedi ao Ruy Castro um texto de apresentação. Cerca de 90% das ilustrações são de Redi, mas há também trabalhos feitos por mim, pelo Ziraldo, Henfil e outros”, explica.
Jaguar explica ainda que a coluna não seguia uma padrão fixo na temática. “É impossível definir o que pautava a seção. Tinha de tudo lá: política, filosofia, cultura, sempre com o toque ácido do humor de Ivan”. Jaguar também se recorda o fato de Ivan ser um profissional pontual, o que destoava dentro do espírito anárquico que reinava no jornal. “Ele trabalhava lá full time e ria ao escrever a seção. Parecia até uma vingança contra toda a situação política que vivíamos”.
Jaguar explica ainda que o livro só se tornou viável com passagem do escritor pelo Brasil, 28 anos após sua partida para Londres, sem nunca ter retornado ao país nem para uma visita. Somente este ano, Ivan retornou ao Rio numa passagem meteórica pela cidade. “Ele ficou por aqui somente dez dias, e acredito que não volte nunca mais. Acho que ele não gostou muito do que viu”, conclui.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Desiderata
Cód. Barras 9788599070215
Altura 30.00 cm
I.S.B.N. 8599070215
Profundidade 0.00 cm
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 180
Peso 0.44 Kg
Largura 22.50 cm
AutorLessa,Ivan

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Gip Gip , Nheco-nheco