Frete Grátis
  • Google Plus

Gramsci e a Revolução (Cód: 1390923)

Secco, Lincoln

Alameda Casa Editorial

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 32,00
Cartão Saraiva R$ 30,40 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

O pensador italiano Antonio Gramsci sempre se considerou um comunista. Mais do que isso: um revolucionário. Sua obra sofreu o impacto direto da Revolução Russa e, como teórico, ele se voltou para estudos que tinham como ponto de partida também outro grande evento da história contemporânea: a Revolução Francesa. Do jovem revolucionário ao pensador comunista que passou anos numa prisão italiana, neste livro do historiador Lincoln Secco, Antonio Gramsci é analisado em sua especificidade.
Diante do grande Outubro Vermelho, Gramsci não desejava ouvir a velha ladainha dos líderes sociais democratas da II Internacional. Ele preferia se inspirar no famoso 'decreto' de Lênin: a falência da Internacional. Concordava com a necessidade de se criar uma terceira, a chamada Internacional Comunista (1919-1943). A Revolução Russa é, nas palavras de Gramsci, uma revolução contra o Capital, porque, na Rússia, o livro de Marx é o livro dos burgueses, não dos operários. Os bolcheviques viveram o verdadeiro espírito do marxismo e resgataram sua essência revolucionária.
Segundo Lincoln Secco, Gramsci foi um pensador muito mais sofisticado do que a maioria dos marxistas de sua geração. Sua estratégia revolucionária ainda hoje alimenta discussões conceituais que ganham cada vez mais repercussão. Termos como hegemonia, fordismo e sociedade civil se tornaram atuais no final do século XX. Todavia, essa difusão sem par de um pensador marxista nos últimos 50 anos também contribuiu para distorcer muito do que ele escreveu. Destacados de seu contexto original, conceitos como sociedade civil e hegemonia serviram para usos e abusos de toda a ordem. O legado de Gramsci pode ser interpretado de muitas maneiras. Mas não se pode ignorar a história. Gramsci foi, antes de tudo, um revolucionário e o núcleo de suas preocupações sempre foi a política e o poder. Mas não qualquer política e sim a estratégia socialista.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Alameda Casa Editorial
Cód. Barras 9788598325255
Altura 20.00 cm
I.S.B.N. 8598325252
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Ano da edição 2006
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 240
Peso 0.24 Kg
Largura 11.50 cm
AutorSecco, Lincoln

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Gramsci e a Revolução