Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8
  • 1004877114
  • 1004989586

Homem que É Homem Não Dança (Cód: 111092)

Mailer,Norman

Record

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 52,90

Por: R$ 34,90

em até 1x de R$ 34,90 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 33,16 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Homem que É Homem Não Dança

R$34,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

HOMEM QUE É HOMEM NÃO DANÇA, romance noir de Norman Mailer - considerado o enfant terrible da literatura americana - tem a marca de seu estilo duro e irônico. Fama adquirida com obras recheadas de sátira social, antimilitarismo e sarcasmo contra os padrões morais vigentes. O resultado final reafirma Mailer como um dos ícones da produção literária norte-americana das últimas décadas. Nada mal para quem começou a carreira com o objetivo de, segundo suas próprias palavras, conhecer mulheres bonitas. Com 50 anos de carreira, Mailer tem em HOMEM QUE É HOMEM NÃO DANÇA uma de suas obras mais céticas: uma viagem pelos escuros recessos da psique americana. O livro conta a história de um escritor com uma queda por nicotina, álcool e loiras endinheiradas. Um romance com óbvios toques autobiográficos de um autor que logo se mostrou um escritor polêmico, inovador e sempre em busca de novas formas de expressão. Em HOMEM QUE É HOMEM NÃO DANÇA, Tim Madden, um escritor em crise, vivendo em uma névoa de drogas, cigarro e bebida, acorda, mais uma vez, de ressaca. Em seu braço esquerdo, uma dolorosa tatuagem, em sua mão direita, um revólver e em sua mente, um vazio. A seu lado, no banco de passageiros de seu adorado Porsche, uma bela mulher mergulhada no próprio sangue e, no seu pé, o chefe de polícia. HOMEM QUE É HOMEM NÃO DANÇA traz um Mailer boxeando admiravelmente, soltando hooks traiçoeiros, uppercuts mortíferos, jabs certeiros e diretos explosivos e, com as pernas ágeis traindo ironicamente o título: dançando como nunca. Mailer também levanta questões interessantes, como qual o novo papel de homens e mulheres no início deste milênio. Pode o sonho americano sobreviver ao dinheiro, poder e luxúria? Quem são os verdadeiros mocinhos no mundo atual? O autor já colocou essas preocupações ao longo de outras obras, mas nunca de forma tão veemente. Norman Mailer nasceu em Nova Jersey, em 1923. Cresceu no Brooklyn e se formou na Universidade de Harvard. Durante a Segunda Guerra Mundial serviu nas Filipinas, experiência que lastreou seu romance de estréia, Os nus e os mortos, em 1948. A obra de Mailer inclui O evangelho segundo o filho, Um sonho americano, Parque dos cervos e Os exércitos da noite, laureado com o National Book Award e o Prêmio Pulitzer, em 1968. Em 1980 ele ganhou outro Pulitzer por The Executioner''s Song. 'Um mestre de pequenas surpresas que podem ser precursoras de abalos sísmicos.' - London Review of Books 'Pense num romance de Dashiell Hammett e transponha-o para o estilo de Mailer.' - The New York Times 'Policial de primeira classe.' - Chicago Tribune

Características

Peso 0.40 Kg
Produto sob encomenda Sim
Editora Record
I.S.B.N. 8501052493
Altura 21.00 cm
Largura 14.00 cm
Profundidade 1.80 cm
Número de Páginas 320
Idioma Português
Acabamento Brochura
Título Original Tough Guys Don´t Dance
Cód. Barras 9788501052490
Número da edição 1
País de Origem Brasil
AutorMailer,Norman