Frete Grátis
  • Google Plus

Infância e Subjetividade - Como Os Filósofos Concebem a Infância (Cód: 4266446)

Pereira,Vilmar Alves

Appris

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 49,00
Cartão Saraiva R$ 46,55 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 24,50 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva
Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 18:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

Formas de envio Custo Entrega estimada
X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

A infância é uma descoberta recente da humanidade, especialmente do ponto de vista do pensamento filosófico ocidental. Na antiguidade e na idade média, a infância entendida como uma fase própria da vida do ser humano, não existe. A criança não é considerada um ser racional e, por isso, a infância não é tema relevante à filosofia. Somente a partir da revolução industrial e com o surgimento da escolarização é que a ela passa a ter alguma representação a se torna tema de investigação na literatura, nas artes, nalgumas ciências e na filosofia. Apesar deste avanço, a concepção de infância que surge na modernidade, fortemente atrelada a uma subjetividade cognitivista e a uma racionalidade lógico-instrumental, mantém limitações que conduzem a uma compreensão inadequada da condição da criança e impedem o desenvolvimento mais apropriado de conhecimentos acerca da infância. Isso traz consequências comprometedoras para o setor da educação infantil, causando o surgimento de práticas pedagógicas nem sempre adequadas a essa fase da vida da criança. Para superar tais limitações, o desafio é retomar a questão da infância sob outra perspectiva, desenvolvendo novas abordagens, especialmente na área da filosofia.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Appris
Cód. Barras 9788581920900
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788581920900
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2012
Idioma Português
Número de Páginas 180
Peso 0.22 Kg
Largura 14.80 cm
AutorPereira,Vilmar Alves

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Infância e Subjetividade - Como Os Filósofos Concebem a Infância

Infância e Subjetividade - Como Os Filósofos Concebem a Infância (Cód: 4266446) Infância e Subjetividade - Como Os Filósofos Con... (Cód: 4266446)
R$ 49,00
Infância e Subjetividade - Como Os Filósofos Concebem a Infância (Cód: 4266446) Infância e Subjetividade - Como Os Filósofos Con... (Cód: 4266446)
R$ 49,00