Frete Grátis
  • Google Plus

Inocência - Col. Biblioteca Martins Fontes (Cód: 184161)

Taunay,Visconde de

Wmf Martins Fontes

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 44,90
Cartão Saraiva R$ 42,66 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 22,45 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Inocência - Col. Biblioteca Martins Fontes

R$44,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Até hoje ninguém decifrou o encanto com que Inocência (1872) seduz o mundo: desde o seu lançamento, inúmeras edições esgotadas em português e, já no século XIX, traduções suas publicadas em quase todas as línguas. Além disso, a obra-prima de Taunay ganhou três belas versões cinematográficas, em 1915, 1949 (com Maria Della Costa) e 1983 (estréia de Fernanda Torres no cinema). O seu mote é o idílio trágico entre Cirino, jovem doutor itinerante que pratica a medicina popular, e Inocência, donzela cabocla prometida pelo pai ao brutal Manecão Doca tudo em pleno sertão mato-grossense, que o próprio Taunay chegou a palmilhar. Segundo João Luiz Lafetá, a pregnância do romance nasce da mescla de ³arquétipos românticos e observação realista², lastreada pelas vivências de Taunay, engenheiro, militar, pintor e literato de formação francesa, capaz de fruir a mansidão do 2º Reinado mas também presenciar a Guerra do Paraguai. Daí resulta o tom medido de um narrador que guarda distância mitigante em face do que narra, como se explicasse o sertão à urbe. Mas o sertão, diria Guimarães Rosa, é o mundo. Já em 1881, Brás Cubas, ao abater uma borboleta preta com um piparote de toalha, filosofa: ³Também por que diabo não era ela azul?² Pois a Papilio Innocentia que o leitor tem em mãos é justamente branca e azul, e relê-la é sempre lê-la pela primeira vez.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Wmf Martins Fontes
Cód. Barras 9788533621848
Altura 17.50 cm
I.S.B.N. 8533621841
Profundidade 1.50 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2005
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 276
Peso 0.26 Kg
Largura 11.50 cm
AutorTaunay,Visconde de

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Inocência - Col. Biblioteca Martins Fontes