Frete Grátis
  • Google Plus

Inquérito Às Quatro Confidências - Diário III (Cód: 3709007)

Llansol,Maria Gabriela

Autêntica Editora

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 44,90
Cartão Saraiva R$ 40,41 (-10%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 22,45 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva
Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 18:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

Formas de envio Custo Entrega estimada
X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Conto? Diário? Pinturas em palavras? Poesia? Filosofia?
Em Llansol nenhuma e todas as alternativas estão corretas.
Existem traços de cada uma delas, e, no entanto, sua escrita é única e não se reduz a nenhum gênero específico. Ou talvez inaugure aqui um novo gênero, o Inquérito. Embora tenha o subtítulo de Diário e, fiel a isso, registre os acontecimentos comuns cotidianos, o registro é feito por uma alma que pesquisa e aceita de forma incomum. Para quem o torvelinho de pó pode ser “o grande acontecimento da manhã”. Começa pelo fim. Pelo “fica dito”. Seus personagens são “Figuras”. Cada acontecimento é uma “Cena Fulgor” que pode ser tudo e pode ser nada. Ao mesmo tempo. Seu leitor é o Legente. Não um leitor que espera o começo, o meio e o fim, nessa ordem. Mas aquele que se abre para a possibilidade de ler e ver com outros olhos. Sua ética é a da paisagem. Que se sobrepõe ao humano. E seu universo é povoado de todos os pequenos nadas que não ganham uma significância extra, mas seu significado inexato. A escrita de Llansol está sempre tangendo o que não pode ser verbalizado. A ansiedade do indizível totalmente expressa na escolha da incompletude. Não a teorização sobre isso, mas o fazer disso. O que, por oposição, se completa. “Há frases que no limiar dos mundos não devem ser escritas por inteiro.” As frases de Llansol, que conseguem muitas vezes total autonomia do seu contexto, foram escritas no processo de perda do seu companheiro filosófico, e cada uma das suasQuatro Confidências enfrenta um espaço de dor universal e também cotidiana. Mas sem o sofrer que é provocado pela não aceitação. O sofrer por ver. O que nos faz lembrar outra escritora da língua portuguesa, a brasileira Maura Lopes Cançado e seu livro O sofredor do ver. Embora, no caso de Maura, as circunstâncias, muitas vezes, se imponham sobre o texto, as duas ressignificam a dor. Talvez porque, como diz Llansol.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Autêntica Editora
Cód. Barras 9788575265871
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788575265871
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2011
Idioma Português
Número de Páginas 150
Peso 0.21 Kg
Largura 14.00 cm
AutorLlansol,Maria Gabriela

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Inquérito Às Quatro Confidências - Diário III

Inquérito Às Quatro Confidências - Diário III (Cód: 3709007) Inquérito Às Quatro Confidências - Diário III (Cód: 3709007)
R$ 44,90
Inquérito Às Quatro Confidências - Diário III (Cód: 3709007) Inquérito Às Quatro Confidências - Diário III (Cód: 3709007)
R$ 44,90