Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8

Jeremias e A Máquina de Escrever - Romance Espírita Ditado Por Jeremias (Cód: 4852351)

Gambero,Garcia

Artliber

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 28,00

Por: R$ 22,90

em até 1x de R$ 22,90 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 21,76 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Jeremias e A Máquina de Escrever - Romance Espírita Ditado Por Jeremias

R$22,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Este livro traz a história de Alvarenga, que se sentia abandonado pelas forças da Revolução, por ter sido deixado de lado na sigla MMDC. Lutou muito na erraticidade para ver o seu nome incluído entre os dos participantes do ataque de peito aberto ao chamado 'ninho das metralhadoras' dos tenentes getulistas na praça da República. No dia 9 de julho de 1997, ele foi devidamente reconhecido. Jerê, por mais que lutasse, não conseguiu sozinho incluir o nome de Alvarenga na sigla MMDC. Foi o então governador de São Paulo, Mário Covas, quem completou a missão do jovem revolucionário. O dia 9 de julho, data em que oficialmente começou a Revolução dos paulistas contra a ditadura de Getulio Vargas, era apenas ponto facultativo em São Paulo. No entanto, a lei federal nº 9.093/95 autorizava que os Estados tivessem um acontecimento e uma data nas comemorações oficiais, de modo que Mário Covas lançou o dia 9 de julho como data oficial no calendário do Estado, criando a comenda 'Colar Cruz de Alvarenga e dos Heróis Anônimos'. O objetivo era homenagear outros estudantes que também tiveram destaque na vida estudantil do país. A lei nº 9.497 foi promulgada em 5 de março de 1997. Graças a esta comenda, Alvarenga, que tombara na revolta de 1932, passou a integrar o quarteto da sigla MMDC.

Características

Peso 0.24 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora Artliber
I.S.B.N. 9788588098749
Altura 23.00 cm
Largura 16.00 cm
Profundidade 0.80 cm
Número de Páginas 127
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788588098749
Número da edição 1
Ano da edição 2013
AutorGambero,Garcia