Frete Grátis
  • Google Plus

Linguagem e Gozo (Cód: 1993902)

Leite,Nina Virgínia de Araújo; Aires, Suely

MERCADO DE LETRAS

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 66,00 R$ 58,10 (-12%)
Cartão Saraiva R$ 55,20 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 29,05 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva
Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 18:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

Formas de envio Custo Entrega estimada
X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

O conceito de gozo surge tardiamente na obra de Lacan – no Seminário 7: a ética da psicanálise (1959-1960) –, se o comparamos à precoce incidência da linguagem em sua teorização (1953). Inicialmente derivado da pulsão de morte freudiana, o conceito de gozo vem incluir-se como questão ao longo das formulações lacanianas, e insiste disseminado, trabalhado na língua. Apresentar uma reflexão sobre o gozo a partir de sua articulação com a linguagem implica, de imediato, um pressuposto: não há identificação do ser com o corpo. O ser falante tem um corpo pulsional que é constituído pela incidência da linguagem no real do organismo. Deste modo, os caminhos do gozo estarão inarredavelmente atrelados aos efeitos do significante. Pensar o gozo no contexto dessa determinação levou Lacan a postular outra substância diversa daquelas apresentadas por Descartes: a substância gozante, na medida em que a substância do corpo é definida como aquilo de que se goza. Um corpo, isso se goza. Entretanto, se o gozo é materialmente determinado pelo significante, paradoxalmente é o próprio significante que vem fazer alto ao gozo, impondo a necessidade de refletirmos sobre a perda de gozo que a linguagem introduz. Na presente coletânea encontramos algo como uma caleidoscopia da relação entre linguagem e gozo, distribuída em quatro passagens temáticas: (1) na literatura, (2) outr'arte, (3) na clínica e (4) na contemporaneidade.
“Há livros para os quais é preciso ter orelha. Escutar é preciso. E é disso que falam os escritos aqui recolhidos. Trata-se mesmo de escutar, de ler em voz alta o que se escreve além dos sentidos, como gozo, em Joyce, Artaud, Woolf, Greenaway, Wolfson e tantos chamados a essa “escuta de outros”, de que “palavra” Pessoa, criando ritmos verbais, tocando o corpo das palavras. Há livros para os quais é preciso ter orelha. Quanto à do livro, basta pensar uma vez para achar estranho escrever uma orelha, ou escrever nas orelhas. Para que servem, afinal? Viradas para dentro, tapadas, muitas vezes postadas na fresta em que a leitura se interrompeu? Mas um livro sem orelhas deixa sua capa sem dobras, sem lugar para a pulga que o poeta Drummond, lidando com coisas e palavras, deixa em seu Poema-orelha, “orelha ou boca sequiosa de palavras?”. E, embora a orelha “pouco explique do livro”, o poeta fia-se nela para recomendá-lo ao leitor.
Há livros para os quais é preciso ter orelha. Na orla, na margem, no beiral, as orelhas se abrem para que as vozes atravessem o livro e ressoem. Que o livro seja menos para entender e mais para espicaçar, para levar a becos sem saída, para contrariar nossos valores. Escutar é preciso. Ecos de Pessoa e de um escrito no folhear de Bernardo Soares: “Apenas é compreensível dar bons conselhos aos outros para saber bem, ao agir o contrário, que somos bem nós, bem em desacordo”.” (Viviane Veras

Características

Produto sob encomenda Não
Editora MERCADO DE LETRAS
Cód. Barras 9788575910702
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 9788575910702
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2007
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 216
Peso 0.33 Kg
Largura 15.50 cm
AutorLeite,Nina Virgínia de Araújo; Aires, Suely

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Linguagem e Gozo

Linguagem e Gozo (Cód: 1993902) Linguagem e Gozo (Cód: 1993902)
R$ 58,10
Linguagem e Gozo (Cód: 1993902) Linguagem e Gozo (Cód: 1993902)
R$ 58,10