Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8
e-book

Matemática nos tribunais (Cód: 9300090)

Coraline Colmez

Zahar (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 44,90

em até 1x de R$ 44,90 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Matemática nos tribunais

R$44,90

Descrição

Uma surpreendente combinação de dramas reais, histórias de tribunal e matemáticaQuando a matemática se torna uma questão de vida ou morte, é melhor você não errar na contaNas mãos erradas, a matemática pode ser fatal. Mesmo os números mais simples podem se tornar poderosas armas quando manipulados por jornalistas, políticos ou outras figuras públicas. No caso da lei, um erro de cálculo pode custar muito caro.A matemática nos tribunais analisa dez processos criminais famosos nos quais as evidências eram argumentos baseados em princípios matemáticos. Os resultados, porém, foram desastrosos, ora contribuindo para inocentar criminosos, ora para prender inocentes. Sally Clark é acusada de matar seus dois filhos por um médico que desconhece a matemática. O militar Alfred Dreyfus padece na ilha do Diabo por um cálculo falacioso de probabilidade. O assassino atroz de um casal quase é inocentado por culpa de um erro de multiplicação.No ritmo de uma boa história de mistério, cada um dos casos é investigado em detalhes. Da reconstituição do crime à ação dos principais personagens envolvidos - entre réus, advogados, testemunhas, promotores e peritos -, as autoras conduzirão o leitor pelos labirintos forenses e apontarão os equívocos cometidos pelo mau uso (ou má compreensão) dos números no processo legal.'Schneps e Colmez escrevem com lucidez e um entusiasmo contagiante, produzindo uma atraente mistura de crime e matemática.' Publishers Weekly'Fascinante em sua representação da fragilidade dos julgamentos humanos.' Kirkus Reviews'A utilização hábil que Schneps e Colmez fazem dos estudos de casos que foram manchete e a explicação simples dos problemas matemáticos se combinam para exigir um uso mais cuidadoso dos números por advogados e pelo júri.' Washington Independent Review of Books'Tem todas as marcas de uma boa história de mistério: conflitos tensos, muitos personagens, conclusões impactantes.' BBC Focus

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Não
Marca Zahar (Edição Digital)
Número de Páginas 288 (aproximado)
Idioma 333
Acabamento e-book
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Início da Venda 05/06/2014
Código do Formato Epub
Cód. Barras 9788537812686
Ano da Publicação 114
AutorCoraline Colmez