Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8
e-book

Melhores Poemas Fernando Pessoa (Cód: 4734508)

Pessoa .,Fernando; Rita,Lopes Teresa

Global Editora (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 24,50

em até 1x de R$ 24,50 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Melhores Poemas Fernando Pessoa

R$24,50

Compre junto:

Nome do produto

Descrição

Os milagres poéticos, como qualquer milagre, não escolhem lugar para acontecer. Fernando Pessoa, um dos poetas mais importantes do século XX e 'um dos poetas mais singulares de todos os tempos' (Otto Maria Carpeaux), figura universal, estudado e imitado nos quatro cantos do mundo, do Japão ao Equador, da França à Austrália, surgiu em um momento em que a literatura portuguesa atravessava um período de estagnação, que vinha se acentuando desde o desaparecimento da geração de Eça de Queirós e Antero de Quental.
Nascido em Lisboa, em 1888, foi educado em Durban (África do Sul), para onde a sua mãe se mudara, após o segundo casamento. Desde os treze anos escreveu poemas em inglês e foi nesse idioma que fez a sua estreia, em 1918, com dois folhetos, Antinous e 35 Sonnets, repletos de angústia diante da impotência de desvendar os mistérios da vida.
No dia a dia, levava uma vida modesta, trabalhando como correspondente comercial e frequentando um limitado círculo de amigos. Como ser humano definiu-se como 'histeroneurastênico', histérico na emoção e neurastênico na inteligência e na vontade. Em 1934, publicou Mensagem, poemas em louvor da pátria, que recebeu um prêmio oficial. Quando morreu, no ano seguinte, era quase um desconhecido.
Só então, graças à iniciativa de amigos, a sua obra inédita começou a ser editada, revelando o verdadeiro Fernando Pessoa, poeta sentimental, herdeiro do simbolismo ('o poeta é um fingidor'), e os seus heterônimos, o cético Alberto Caeiro ('o único sentido oculto das coisas/ é elas não terem sentido oculto nenhum'), o sensual Álvaro de Campos, discípulo de Walt Whitman, vivendo experiências extremas de desagregação da personalidade ('de quem é o olhar que espreita por meus olhos?'), o meio pagão Ricardo Reis ('tenho mais almas que uma'). Foi um terremoto, cuja vibração continua abalando a poesia universal.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Não
Marca Global Editora (Edição Digital)
Idioma Português
Acabamento e-book
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Tamanho do Arquivo 363
Início da Venda 14/02/2013
VOLUME 1
Cód. Barras 9788526017917
Número da edição 1
Ano da edição 2013
Ano da Publicação 2013
Mês da Publicação FEVEREIRO
AutorPessoa .,Fernando; Rita,Lopes Teresa