Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8
e-book

Melhores Poemas Henriqueta Lisboa (Cód: 4619887)

Lisboa,Henriqueta; Lucas,Fábio

Global Editora (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 25,90

em até 1x de R$ 25,90 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Melhores Poemas Henriqueta Lisboa

R$25,90

Compre junto:

Nome do produto

Descrição

Tímida e esquiva, avessa à publicidade, Henriqueta Lisboa fez uma poesia de alta qualidade literária, equilibrada, diáfana, tentando dizer o indizível, seguindo por um caminho pessoal, dos mais fascinantes da literatura brasileira, mas com a inconfundível marca das Minas Gerais.
A biografia é singela, sem grandes acontecimentos. Nascida em Lambari, em 1901, formou-se professora no Colégio Sion, de Campanha, MG, onde a diretora lhe deu o apelido de 'la petite orgueilleuse', por ser tímida e solitária. Foi professora de literatura hispano-americana na Universidade Católica de Minas Gerais. Manteve correspondência com Mário de Andrade, sendo a personalidade feminina a quem o escritor paulista 'endereçou o seu mais delicado diálogo', como observa Fábio Lucas no prefácio Melhores Poemas Henriqueta Lisboa. Faleceu em 1985.
As suas primeiras obras, publicadas na década de 1920, ainda trazem as marcas do simbolismo que, de certa forma, persistem até os seus últimos livros. A adesão ao modernismo lhe aguçou a sensibilidade e espantou alguns preconceitos pessoais, permitindo-lhe incorporar sugestões literárias enriquecedoras de sua visão muito pessoal da vida. A sua poesia alcança então uma inconfundível feição pessoal, caracterizada pelo pudor, a discrição, a suavidade, a expressão simples, às vezes um certo preciosismo. Muito prolífica, publicou mais de vinte volumes de poesia.
Na década de 1950, Henriqueta já estava consagrada como uma das mais altas vozes da literatura brasileira, por nomes como Carlos Drummond de Andrade e Manuel Bandeira, que a comparam a Cecília Meireles. Mas, quem melhor definiu a sua personalidade talvez tenha sido Mário de Andrade, ao observar em seus versos 'a graça inquieta, simples e um pouco agreste, um pouco ácida, dos passarinhos'. O canto desse passarinho continua muito agradável aos amigos da poesia.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Não
Marca Global Editora (Edição Digital)
Idioma Português
Acabamento e-book
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Tamanho do Arquivo 548
Início da Venda 14/01/2013
VOLUME 1
Cód. Barras 9788526017511
Número da edição 1
Ano da edição 2013
Ano da Publicação 2013
Mês da Publicação JANEIRO
AutorLisboa,Henriqueta; Lucas,Fábio