Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Frete Grátis
  • Google Plus
Livro Digital

Mil Vezes Mais Justo - o Que As Peças de Shakespeare Nos Ensinam Sobre A Justiça (Cód: 8882138)

Yoshino,Kenji

Wmf Martins Fontes (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 29,90
Cartão Saraiva R$ 29,90

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Mil Vezes Mais Justo - o Que As Peças de Shakespeare Nos Ensinam Sobre A Justiça

R$29,90

Descrição

Na introdução de Mil vezes mais justo, o autor Kenji Yoshino explica que o seu desejo de relacionar Direito e Literatura vem desde a época em que era estudante da faculdade de Direito. Para Kenji Yoshino, a literatura auxiliaria o julgamento do Direito e, baseado nesta proposta, o professor montou uma aula sobre Direito e Literatura que rapidamente se transformou em uma disciplina focada nas peças de William Shakespeare, paixão antiga do professor. Tentando formular um conceito de “justiça”, Yoshino selecionou na literatura casos que, trazidos para a atualidade, pudessem auxiliar esta noção do Direito. O autor admite que não é possível extrair de Shakespeare tudo o que é necessário no julgamento de um caso. Rei Lear, Otelo, Hamlet, O Mercador de Veneza, Macbeth e Tito Andrônico trazem noções de provas, testemunhas, juízes e justiça e o autor os relaciona com casos como o de O. J. Simpson ou da falta de uma autoridade central em terras em conflito como Afeganistão e Iraque.

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca Wmf Martins Fontes (Edição Digital)
Cód. Barras 9999088821380
Início da Venda 05/05/2015
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Epub
Tamanho do Arquivo 2598
Número da edição 1
Ano da edição 2014
Idioma Português
Ano da Publicação 2015
Mês da Publicação MAIO
Peso 0.00 Kg
AutorYoshino,Kenji

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Mil Vezes Mais Justo - o Que As Peças de Shakespeare Nos Ensinam Sobre A Justiça